Lady Gaga será crucial para ações da Time For Fun

BTG avalia que papéis ainda valem a pena, mesmo após disparada de 52% no ano

	Turnê de Lady Gaga deve assegurar as projeções para o ano da T4F
 (Kevin Winter/Getty Images)
Turnê de Lady Gaga deve assegurar as projeções para o ano da T4F (Kevin Winter/Getty Images)
B
Beatriz SouzaPublicado em 10/08/2012 às 17:01.

São Paulo – A turnê da Lady Gaga na América Latina em novembro será crucial para os resultados da Time for Fun (SHOW3) no ano, afirma o BTG Pactual em um relatório publicado nesta sexta-feira. Segundo Carlos Sequeira, que assina a análise, os shows da Madonna, em dezembro, e o da Lady Gaga devem assegurar as previsões de lucro e de Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização). A estimativa é de um lucro líquido de 98 milhões de reais (crescimento de 62%) e 140 milhões de reais de Ebitda (crescimento de 28%) para o ano.

Além das cantoras pop, a T4F ainda promove esse ano 4 shows da banda Linkin Park e abre as vendas para a peça “O Rei Leão” e para o novo espetáculo do Cirque du Soleil, “Corteo”.

A empresa de entretenimento apresentou ontem seus resultados do segundo trimestre com uma receita de 191 milhões de reais, o que representa um aumento de 3% em relação ao mesmo período do ano passado.

O bom resultado foi impulsionado principalmente pelo entretenimento direcionado à família, que cresceu 148%, guiado pelo musical “A Família Addams” e pelo espetáculo Varekai do Cirque du Soleil.

Para Sequeira, as ações da empresa são uma alternativa interessante para quem quer investir no setor de consumo doméstico.

“Além do bom desempenho, os papeis são negociados a 12 vezes o preço estimado para 2012, um desconto de 37% em relação aos tradicionais papeis de consumo”, explica. Os bons resultados somados ao baixo preço da ação fazem com que o analista recomende a compra das ações da T4F.