Mercados

IMC protocola segunda tentativa de IPO na CVM

Empresa desistiu da operação em 2009 alegando conjuntura desfavorável

A IMC, criada em 2006, tem cerca de 20 marcas de restaurantes no Brasil. Entre eles, a rede de restaurantes Viena (Renan Rego)

A IMC, criada em 2006, tem cerca de 20 marcas de restaurantes no Brasil. Entre eles, a rede de restaurantes Viena (Renan Rego)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de fevereiro de 2011 às 10h53.

São Paulo - A International Meal Company (IMC), dona dos restaurantes Frango Assado e Viena no Brasil, protocolará nesta segunda-feira (17/01) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido para abrir o capital na BM&FBovespa. Os coordenadores do IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) são os bancos Santander, Credit Suisse e BTG Pactual.

Essa será a segunda tentativa da IMC de estrear na Bovespa. A primeira vez foi em 2009. A companhia, controlada pelo fundo de participações Advent, desistiu de levar adiante a operação porque a demanda foi fraca - e os investidores avaliaram os papéis da companhia a um preço inferior ao projetado inicialmente pela empresa. Naquela época, a intenção da rede era captar até 1 bilhão de reais.

A IMC, criada em 2006, tem cerca de 20 marcas de restaurantes no Brasil. Os outros negócios estão distribuídos em países da América Latina como Caribe, Porto Rico, República Dominicana e México.

Procurado, o fundo Advent disse que não comenta o assunto.

Leia mais: IMC interrompe IPO alegando conjuntura desfavorável

Portfólio: Ombudsman da bolsa dará maior atenção aos bancos em 2011

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresEmpresasIMCIPOsMercado financeiroRestaurantes

Mais de Mercados

Petróleo fecha em alta, de olho estoques dos EUA e após decisão do Fed

Bolsas da Europa fecham em alta, após quedas com incerteza política e acompanhando CPI dos EUA

Fed mantém juro inalterado nos EUA e projeta apenas um corte neste ano

Apple ultrapassa Microsoft impulsionada por IA e se torna a empresa mais valiosa do mundo

Mais na Exame