Acompanhe:

Fitch rebaixa classificação de crédito de Portugal

Queda na nota foi motivada pelo déficit do país e pela crise financeira na Europa; agências Standard & Poor's e Moody's também avaliam o rebaixamento

Modo escuro

Continua após a publicidade
Protesto em Portugal: país passa por reformas para recuperar crescimento (Patricia de Melo Moreira/AFP)

Protesto em Portugal: país passa por reformas para recuperar crescimento (Patricia de Melo Moreira/AFP)

D
Da Redação

Publicado em 23 de dezembro de 2010 às, 15h14.

A agência Fitch Rating rebaixou o rating de crédito de Portugal de AA- para A+, citando a lenta redução no déficit em conta corrente do país e a piora no ambiente para financiamento dos governos das nações europeias e dos bancos. A agência também expressou preocupação com uma "deterioração das perspectivas econômicas no curto prazo".

Durante o mês passado, as agências de rating Standard & Poor's e Moody's anunciaram intenção de cortar a classificação de risco de Portugal.

Segundo a Fitch, a possibilidade de Portugal não atingir sua meta orçamentária de 2011 e a meta do déficit estrutural pode prejudicar a confiança na sustentabilidade das finanças públicas no médio prazo, que sustenta o atual rating do país.

O governo demonstrou que pode manter o acesso ao mercado de financiamento durante a crise, apesar do custo elevado. Os atuais ratings estão baseados nessa habilidade, disse a agência, e não embutem a busca de suporte financeiro externo dentro do programa da União Europeia e Fundo Monetário Internacional.

Os ratings do país são também sustentados pelas reformas estruturais que estão em andamento, incluindo do mercado de trabalho e da educação, necessárias para que Portugal aumente sua competitividade internacional e eleve seu potencial de crescimento, disse a Fitch. Atualmente, a agência de rating estima que a economia de Portugal entrará em um período de recuperação sustentável a partir de 2012 que, junto aos esforços de redução do déficit, irá colocar a dívida pública e estrangeira em patamares sustentáveis. As informações são da Dow Jones.

Últimas Notícias

Ver mais
Kristalina Georgieva assume como diretora do FMI pela segunda vez
Mundo

Kristalina Georgieva assume como diretora do FMI pela segunda vez

Há 11 horas

Espanha, Irlanda e Noruega estão dispostas a reconhecer o Estado palestino
Mundo

Espanha, Irlanda e Noruega estão dispostas a reconhecer o Estado palestino

Há 13 horas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras

Há 16 horas

Bolsas da Europa fecham em queda, com atenções para a 5ª manutenção seguida de juros pelo BCE
seloMercados

Bolsas da Europa fecham em queda, com atenções para a 5ª manutenção seguida de juros pelo BCE

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais