Após aquisição, BTG anuncia 1º grande lançamento com o aplicativo Kinvo

Antecipando a última fase do Open Banking, a nova funcionalidade irá integrar as plataformas de ambas as empresas. O objetivo é oferecer uma experiência mais fluida aos usuários
Por meio de APIs de conexão, todos os dados serão atualizados automaticamente, sem a necessidade de pedir algum tipo de sincronia pelo aplicativo (Foto/Thinkstock)
Por meio de APIs de conexão, todos os dados serão atualizados automaticamente, sem a necessidade de pedir algum tipo de sincronia pelo aplicativo (Foto/Thinkstock)
Por Isabel RochaPublicado em 19/11/2021 14:31 | Última atualização em 19/11/2021 14:43Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Quando o Open Banking começou a ser implementado no Brasil com a promessa de melhorar a oferta de produtos e serviços financeiros no país, um dos principais objetivos do Banco Central era “garantir uma jornada digital segura, ágil, efetiva e conveniente” aos consumidores. Hoje, mesmo antes da implementação de sua quarta e última fase, já é possível começar a observar estes conceitos na prática.

O exemplo mais atual vem do BTG Pactual digital e do aplicativo de gestão de investimentos Kinvo, que acabam de anunciar uma nova funcionalidade em suas plataformas.

A partir de agora, desde que autorizado pelos usuários, os dados das duas plataformas passarão a ser integrados, o que permitirá mais agilidade e simplicidade no uso das ferramentas. O processo de sincronização automática dos dados acontecerá por meio das chamadas APIs de conexão.

A novidade vai ao encontro da estratégia de ambas as empresas de ampliar a oferta de serviços e simplificar a jornada do investidor de ponta a ponta — desde a escolha dos produtos e aplicação de ativos até a consolidação de seus investimentos em uma única carteira.

“O Kinvo é parte importante da nossa estratégia para sermos o maior ecossistema financeiro do país”, afirma Marcelo Flora, head do BTG Pactual digital.

“Por meio do aplicativo, podemos ajudar as pessoas a dar os primeiros passos na jornada dos investimentos, oferecendo produtos adequados ao seu perfil e promovendo educação financeira”, complementa o executivo.

Adquirido pelo BTG Pactual digital em março deste ano, o Kinvo é um aplicativo de gestão de carteiras que permite analisar, controlar e acompanhar investimentos em um só lugar. Por meio de uma interface intuitiva, o app também apresenta um gráfico que possibilita o acompanhamento da carteira e de até cinco índices financeiros, o que ajuda a compreender a rentabilidade dos produtos de maneira mais imediata.

Com operações iniciadas em 2018, a ferramenta já conta com mais de 750.000 usuários, 170 bilhões de reais em ativos cadastrados e quase 10 milhões de interações de cadastros de aplicações. “Tudo isso ainda sem a metodologia de conexão automatizada. Nossa visão é de que, quando isso estiver no ar, esses números evoluam de forma acelerada”, afirma o fundador e CEO do Kinvo, Moacy Veiga.

Para Rogério Karp, diretor de B2C do BTG Pactual digital, a conexão com o Kinvo representa um grande passo quando o assunto é oferecer produtos cada vez mais assertivos aos clientes.

“O Kinvo é o que estamos chamando de Open Banking nos investimentos. De uma forma transparente e com a devida permissão dos investidores, podemos conhecer seu histórico de investimentos, saber onde ele aloca seus recursos, entender sua posição no mercado e, com nossa expertise, sugerir produtos que façam sentido na jornada do investidor”, diz.

Além da conexão com os dados do BTG Pactual, em breve, a plataforma irá oferecer a mesma funcionalidade para os seguintes produtos: debêntures, renda fixa prefixada, renda fixa pós-fixada e COE.