Inteligência Artificial

YouTube ganha IA generativa que permite a criação de vídeos por comandos de texto

Chamada de Tela Fantástica, a ferramenta permite a inserção de prompts que retornam imagens animadas

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 21 de setembro de 2023 às 16h01.

Última atualização em 22 de setembro de 2023 às 07h52.

Durante o evento anual "Made on YouTube", a plataforma de vídeos anunciou a introdução de diversas ferramentas alimentadas por inteligência artificial (IA) destinadas aos criadores de conteúdo.

Entre os recursos previstos para serem lançados ainda este ano ou no próximo, estão fundos de fotos e vídeos gerados por IA, sugestões de tópicos para vídeos e busca de músicas.

Uma das novidades, denominada Tela Fantástica, permitirá a criação de vídeos e fotos gerados por IA que poderão ser utilizados como fundo nos YouTube Shorts. Inicialmente, os criadores poderão inserir comandos para gerar esses fundos.

Com o tempo, o YouTube planeja oferecer a capacidade de remixar e editar conteúdos existentes com o auxílio de ferramentas de IA.

Outra inovação é a sugestão de tópicos para vídeos por meio de IA. Uma nova funcionalidade no YouTube Studio proporá ideias e esboços para vídeos em potencial. Estas sugestões serão personalizadas para cada criador, baseando-se nas tendências atuais do público.

Junto disso, um sistema de recomendação de músicas alimentado por IA sugerirá trilhas sonoras com base na descrição fornecida pelo criador do vídeo.

O YouTube também anunciou uma funcionalidade de dublagem assistida por IA, que permitirá aos criadores dublar seus vídeos em diferentes idiomas.

IA no mundo criativo

A mudança na forma como os criadores digitais produzem conteúdo tem se intensificado com a popularização das ferramentas de IA.

Enquanto a Google, empresa mãe do YouTube, investe em seus sistemas de IA, o YouTube tem gradualmente introduzido ferramentas baseadas nesta tecnologia, como resumos de vídeos.

No principal produto da Google, o Search, já estão sendo testados resultados de busca gerados por IA.

Estas novas ferramentas de IA no YouTube podem representar uma transformação na maneira como os criadores planejam e estruturam seu conteúdo.

Em resposta à disseminação de materiais sintéticos convincentes, outras plataformas, como o TikTok, já adotaram etiquetas para identificar conteúdos gerados por IA.

Acompanhe tudo sobre:YouTubeGoogleInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Mira Murati, da OpenAI, responde a Elon Musk sobre integração com Apple

Musk retira processo contra OpenAI um dia após criticar acordo com Apple

O que o acordo OpenAI-Apple significa para Google e Microsoft

Mistral AI levanta US$ 645 milhões e atinge valor de US$ 6,5 bilhões

Mais na Exame