Inteligência Artificial

Usou ChatGPT? Cuidado, algumas palavras entregam que foi a IA quem escreveu

Para o executivo Paul Graham, uso do termo 'delve' é sinal de que e-mail foi redigido pelo chatbot

Publicado em 12 de abril de 2024 às 10h52.

Última atualização em 12 de abril de 2024 às 10h57.

À medida que mais e mais pessoas utilizam chatbots, como o ChatGPT, mais artigos e e-mails são escritos pela inteligência artificial. Agora, segundo um executivo especialista no assunto, é preciso tomar cuidado: algumas palavras podem ser sinais certeiros de que se usou a IA para redigir determinado texto.

Um bom exemplo é a utilização da palavra 'delve', em inglês, que significa aprofundar ou investigar. No último dia 7, Paul Graham, cofundador da aceleradora de startups Y Combinator, publicou um post sobre uma proposta que recebeu para um novo projeto. Não demorou para que o executivo concluísse que o texto foi escrito por uma inteligência artificial, já que ele continha o termo 'delve', que, segundo Graham, é raramente usado no inglês informal. "Ninguém o usa no inglês falado", declarou.

De acordo com um gráfico referenciado por Paul Graham, o uso da palavra cresceu exponencialmente entre 2022 — ano de lançamento do chatbot — e 2024, aparecendo em quase 18 mil artigos nos últimos quatro anos.

Outra ferramenta, a AI Phrase Finder, revelou que 'delve' é a nona palavra mais comum utilizada pelo ChatGPT.

Recentemente, a OpenAI, responsável pelo ChatGPT, disponibilizou a alguns usuários uma nova versão do chatbot, capaz de participar de conversas cada vez mais naturais. O avanço pode dificultar a distinção entre textos escritos por pessoas e textos elaborados por IAs.

Assim, conforme a inteligência artificial e os chatbots são desenvolvidos, a tendência é que fique cada vez mais difícil discernir quais textos foram escritos por esse tipo de tecnologia. Até que elas se tornem capazes de redigir textos de forma idêntica à de um ser humano, porém, palavras como 'delve' podem ser um importante sinal de que determinado artigo ou e-mail foi escrito de modo artificial.
Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialChatGPTChatbot

Mais de Inteligência Artificial

Professores gerados por IA estão dando aulas em uma universidade de Hong Kong

Profissionais de IA se mobilizam para salvar vidas na tragédia do Rio Grande do Sul

Inteligência artificial já engana humanos e isso é um problema, dizem especialistas

OpenAI pode lançar 'novo Google' na segunda-feira, 13

Mais na Exame