Inteligência Artificial

CRMBonus se junta à Microsoft para elevar uso de IA no negócio

Empresa fundada por Alexandre Zolko, egresso da TVZ e MyShoes, mira a personalização da estratégia de fidelidade com o gift back no varejo

No comando da CRM&Bonus: Alexandre Zolko, CEO; Luiz Fernando, COO; Eduardo Vieira, CTO (CRM Bonus/Divulgação)

No comando da CRM&Bonus: Alexandre Zolko, CEO; Luiz Fernando, COO; Eduardo Vieira, CTO (CRM Bonus/Divulgação)

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 5 de abril de 2024 às 15h13.

Última atualização em 9 de abril de 2024 às 16h13.

Incorporar inteligência artificial (IA) ao negócio tornou-se estratégia recorrente em variados setores. Algumas empresas, eventualmente, demonstrarão que apenas surfaram na onda, atendendo aos interesses de seus departamentos de marketing. Outras, contudo, se tornarão referências no uso da IA para impulsionar processos, fortalecer a saúde financeira e aprimorar produtos e serviços ao cliente.

O caso da CRMBonus, liderada por Alexandre Zolko e conhecida por popularizar o giftback no varejo brasileiro, adiciona uma nuance interessante. Com a inteligência artificial como parte integrante de sua concepção – dado que seu Software as a Service (SaaS) sempre utilizou a tecnologia para potencializar o envio de descontos, através de whatsapp service, marketplace e gestão de carrinho –, a empresa busca agora avançar para um patamar superior de inovação.

Segundo Eduardo Vieira, CTO da empresa, uma movimentação estratégica foi realizada através de uma parceria de nuvem com a Microsoft, acessando uma série de ferramentas de IA da DataBricks. Esta colaboração é vista como um passo importante da CRM&Bonus em direção à hiperpersonalização no e-commerce, com o objetivo de tornar as experiências de compra online mais assertivas e personalizadas.

"Fato é que a IA já marca presença em nossa capacidade de entregar bônus e recomendações extremamente relevantes ao usuário, baseadas em sua atividade pregressa e preferências. Isso é viabilizado por nossa análise de dados aprofundada, potencializada pela inteligência artificial para melhor compreender e antecipar o comportamento do consumidor", aponta Fernando Ruicci, diretor de dados da CRMBônus.

Para os clientes da CRMBônus, a inteligência artificial se manifesta inicialmente no painel CRM, o carro-chefe da empresa, e no Vale Bonus. Ruicci antecipa que, em breve, a IA desempenhará papel central em decisões estratégicas, desde a formatação da interface do e-commerce, indicando lojas alinhadas ao perfil de cada cliente, até na comunicação direta com os consumidores, baseada em análises comportamentais e interações passadas.

Atualmente, a CRMBonus apresenta uma receita anual recorrente (ARR) na casa dos R$ 200 milhões. No portfólio, além do CRMBack, inclui-se o Vale Bonus (giftback agnóstico), o CRM360 (solução de gestão para lojistas) e o Whatsapp Service. A empresa também é reconhecida no meio das startups por gerar caixa desde o terceiro mês de operação, com uma margem bruta de 80%.

Acompanhe tudo sobre:estrategias-de-marketingInteligência artificialexame-ceo

Mais de Inteligência Artificial

Reddit anuncia parceria de conteúdo com a OpenAI e ações sobem 15%

Ilya Sutskever, cofundador da OpenAI (ChatGPT), anuncia saída da empresa

Google anuncia ferramentas de criação para vídeos, imagens e música

Tudo com IA: a nova busca do Google muda a forma como usamos a internet

Mais na Exame