Acompanhe:

Considere que um filme da Pixar leva de 3 a 6 anos para ficar pronto devido a complexidade de animar cada um dos movimentos dos personagens em cena. Agora, imagine quanto tempo seria economizado se não houvesse a necessidade de um ser humano trabalhar em cada um desses movimentos.

Muito tempo, não é mesmo? Uma solução nesse sentido já existe e foi apresentada por uma equipe de pesquisadores chineses, financiada pelo gigante varejista Alibaba. O feito do grupo, ainda que seja inicial e em fase de destes, deu vida em vídeos para personagens e pessoas que antes eram apenas imagens estáticas.

Em uma postagem no diretório GitHub, o grupo chamado de HumanAIGC mostrou um modelo que consegue animar personagens ou fotos mantendo a consistência temporal, e preservação das silhueta e detalhes da animação.

Em uma explicação mais simples, é possível colocar qualquer um para dançar uma coreografia famosa do TikTok.

Para chegar no resultado, o processo inicia com a codificação da sequência de poses através de um programa chamada Pose Guider. Depois, o movimento é aplicado na imagem e o programa Denoising UNet retira o ruído que o movimento artificial cria no vídeo, antes estático, mas que agora se movimenta artificialmente.

A novidade deve trazer impacto para o mercado de influenciadores digitais, que já experimentam a existência de pessoas artificiais com grande apelo de audiência. Há poucas semanas, uma agência de modelos espanhola anunciou que uma de suas criações, a modelo Aitana López, faturava US$ 11 mil postando apenas fotos. Se ela puder dançar e se mover, quanto mais poderá faturar?

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Tinder expande verificação de identidade para combater golpes com perfis criados por IA
Inteligência Artificial

Tinder expande verificação de identidade para combater golpes com perfis criados por IA

Há um dia

Converse com o PDF com a nova assistente de IA do Adobe Acrobat
Inteligência Artificial

Converse com o PDF com a nova assistente de IA do Adobe Acrobat

Há um dia

Chatbot da Air Canada erra informação e dá prejuízo para linha áerea
Inteligência Artificial

Chatbot da Air Canada erra informação e dá prejuízo para linha áerea

Há um dia

Coreia do Norte usa IA para roubar tecnologias e financiar programa nuclear, revela jornal
Inteligência Artificial

Coreia do Norte usa IA para roubar tecnologias e financiar programa nuclear, revela jornal

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais