Inteligência Artificial

A empresa que cria médicos robôs já vale US$ 600 milhões com apoio da Nvidia

Várias IAs combinadas e que respondem em tempo real sem atraso; essa é a proposta a Hippocratic AI para o setor de saúde

Hippocratic AI: startup já vale US$ 635,84 milhões

Hippocratic AI: startup já vale US$ 635,84 milhões

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 19 de março de 2024 às 10h23.

Última atualização em 10 de abril de 2024 às 14h55.

Qual trabalho humano a inteligência artificial (IA) pode ocupar com maestria? Essa pergunta não tem uma resposta sólida ainda, e há uma certa dificuldade em entender como será o papel humano nos anos seguintes ao surgimento das IAs mais conscientes da realidade. Mas é fato de que a máquina tem capacidade para substituir qualquer tarefa, e se for possível, as empresas certamente farão essa transferência de responsabilidade.

No caso da Hippocratic AI, startup do setor de saúde de Palo Alto, o foco são os médicos, não ele por completo, mas parte do seu atendimento e missão de diagnosticar o paciente que adentra em uma sala de atendimento.

A ideia pode ser ousada, ao invadir uma seara protegida por rígidas regras de reserva de mercado, mas com apenas um ano de fundação, a startup atingiu uma valorização de mercado de US$ 635,84 milhões, após uma rodada de financiamento de US$ 53 milhões liderada por General Catalyst e Premji Invest, contando também com a participação de Andreessen Horowitz e SV Angel, entre outros nomes proeminentes. Sinal de que a tecnologia tem potencial.

Do centro do Vale do Silício californiano, a empresa tem desenvolvido agentes de IA para auxiliar hospitais e clínicas no dia a dia, inserindo-se na nova onda de companhias focadas em aplicações específicas de IA com potencial impacto significativo em determinados setores.

Esse interesse renovado por parte dos investidores de capital de risco vem em um momento em que grandes tecnológicas dominam o investimento em IA, levando os fundos de capital de risco a buscar startups com focos mais definidos.

Uma parceria da Hippocratic AI anunciada com a Nvidia busca otimizar a resposta em tempo real dos agentes de IA, que ainda passam por um certo carregamento para que uma resposta seja gerada.

A estratégia de segurança da Hippocratic AI inclui a utilização de uma "constelação" de modelos de linguagem para minimizar riscos.

Enquanto a aplicação prática dos agentes ainda aguarda a aprovação de segurança por clínicos, o passado de sucesso e desafios do fundador Munjal Shah com a Health IQ adiciona uma camada de experiência valiosa à trajetória da Hippocratic AI, que pode preocupar alguns profissionais da saúde.

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialMedicina

Mais de Inteligência Artificial

Desmistificando a IA: como ela está transformando negócios e carreiras

IA vira arma para hackers e empresas se encontram sem profissionais qualificados

Para surfar a onda da IA, Samsung promete aos clientes fábrica de chips 20% mais rápida

Amazon enfrenta desafios para integrar IA generativa na Alexa, revelam ex-funcionários

Mais na Exame