• AALR3 R$ 20,07 0.00
  • AAPL34 R$ 70,28 2.72
  • ABCB4 R$ 16,71 0.30
  • ABEV3 R$ 14,26 0.35
  • AERI3 R$ 3,77 -0.26
  • AESB3 R$ 10,92 0.00
  • AGRO3 R$ 31,79 1.11
  • ALPA4 R$ 22,94 3.47
  • ALSO3 R$ 19,62 4.08
  • ALUP11 R$ 26,30 -0.75
  • AMAR3 R$ 2,58 -0.39
  • AMBP3 R$ 32,04 -0.96
  • AMER3 R$ 21,56 0.28
  • AMZO34 R$ 3,43 1.48
  • ANIM3 R$ 5,54 -0.18
  • ARZZ3 R$ 82,70 1.76
  • ASAI3 R$ 15,99 -0.62
  • AZUL4 R$ 21,05 0.48
  • B3SA3 R$ 12,75 2.74
  • BBAS3 R$ 37,11 -0.93
  • AALR3 R$ 20,07 0.00
  • AAPL34 R$ 70,28 2.72
  • ABCB4 R$ 16,71 0.30
  • ABEV3 R$ 14,26 0.35
  • AERI3 R$ 3,77 -0.26
  • AESB3 R$ 10,92 0.00
  • AGRO3 R$ 31,79 1.11
  • ALPA4 R$ 22,94 3.47
  • ALSO3 R$ 19,62 4.08
  • ALUP11 R$ 26,30 -0.75
  • AMAR3 R$ 2,58 -0.39
  • AMBP3 R$ 32,04 -0.96
  • AMER3 R$ 21,56 0.28
  • AMZO34 R$ 3,43 1.48
  • ANIM3 R$ 5,54 -0.18
  • ARZZ3 R$ 82,70 1.76
  • ASAI3 R$ 15,99 -0.62
  • AZUL4 R$ 21,05 0.48
  • B3SA3 R$ 12,75 2.74
  • BBAS3 R$ 37,11 -0.93
Abra sua conta no BTG

EUA: Casos de covid-19 ultrapassam 1,5 milhão e avançam em estados do sul

Estados como Tennessee e Louisiana tiveram um aumento de 33% e 25% dos casos, enquanto o Texas registrou 22% mais casos do que na primeira semana de maio
Pessoa de máscara em Nova York: maioria dos Estados norte-americanos relataram uma queda em novos casos da doença respiratória na semana encerrada em 17 de maio (AFP/Foto)
Pessoa de máscara em Nova York: maioria dos Estados norte-americanos relataram uma queda em novos casos da doença respiratória na semana encerrada em 17 de maio (AFP/Foto)
Por ReutersPublicado em 18/05/2020 15:41 | Última atualização em 18/05/2020 19:42Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O número de casos de covid-19 nos Estados Unidos ultrapassou 1,5 milhão nesta segunda-feira, com o total de mortes causadas pelo novo coronavírus no país aproximando-se de 90.000, segundo uma contagem da Reuters com base em números estaduais e municipais.

A maioria dos Estados norte-americanos relataram uma queda em novos casos da doença respiratória na semana encerrada em 17 de maio, com apenas 13 Estados observando um crescimento das infecções em comparação à semana anterior, de acordo com uma análise separada da Reuters.

O Tennessee teve o maior aumento semanal, com 33%. Os novos casos na Louisiana cresceram 25%, e o Texas registrou 22% mais casos do que na primeira semana de maio, de acordo com a análise de dados da Reuters do "The COVID Tracking Project", um esforço voluntário para monitorar o surto.

Michigan viu os novos casos aumentarem 18% após cinco semanas de queda. O Estado foi duramente atingido no início do surto e já registrou mais de 4.800 mortes.

Em termos nacionais, os novos casos de covid-19 recuaram 8% na última semana, auxiliados pelos contínuos declínios em Nova York e Nova Jersey. Quase todos os 50 Estados norte-americanos, no entanto, têm permitido que algumas empresas reabrissem e que residentes se deslocassem com mais liberdade, elevando o medo entre algumas autoridades de saúde de uma segunda onda de surtos.

O Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país tem recomendado que os Estados esperem que o número diário de novos casos de Covid-19 recue por 14 dias antes de afrouxarem as restrições de distanciamento social.

Em 17 de maio, 13 Estados haviam cumprido esse critério, inferior aos 14 Estados da semana anterior, segundo a análise da Reuters.