Future of Money

Saudi Aramco, maior petrolífera do mundo, pretende investir em criptoativos

Companhia está avaliando formar aliança de negócios com a SBI Holdings que teria investimentos em ativos digitais como prioridade

Saudi Aramco é uma das empresas mais valiosas do mundo (Ahmed Jadallah/Reuters)

Saudi Aramco é uma das empresas mais valiosas do mundo (Ahmed Jadallah/Reuters)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 14 de dezembro de 2023 às 17h37.

Última atualização em 14 de dezembro de 2023 às 17h48.

A Saudi Aramco, a maior petrolífera do mundo e uma das empresas mais valiosas do mercado, revelou nesta semana que está avaliando implementar uma nova parceria estratégia de negócios com a SBI Holdings que envolveria um possível investimentos em criptoativos, indicando uma receptividade da companhia em relação a essa classe de ativos.

A SBI Holdings é um banco digital que faz parte do Grupo SBI, um conglomerado financeiro sediado no Japão que atua em áreas como serviços financeiros, gerenciamento de ativos, biotecnologia, saúda e negócios de informática. A SBI Holdings tem como foco ativos digitais.

Em um comunicado, a SBI Holdings anunciou que assinou um memorando de entendimento com a estatal Saudi Aramco para firmar uma possível aliança de negócios entre as duas empresas. O comunicado não informa quando a aliança potencial poderá ser concretizada, mas ela pode resultar em mais um aporte de capital institucional significativo no mercado cripto.

A SBI destaca que "a Aramco, uma das principais empresas integradas de energia e produtos químicos do mundo, realiza investimentos estratégicos em atividades de sustentabilidade, inovação digital, industrial e social para complementar sua cadeia de fornecimento, e presta diversos apoios a empresas em todas as fases do ciclo de crescimento, desde startups a empresas nacionais campeãs".

A aliança entre as duas companhias poderá envolver três áreas: identificação de startups na área de ativos digitais alinhadas aos negócios da Saudi Aramco para apoiar o crescimento das mesmas, lançamento de projetos de investimentos na área de semicondutores e colaboração na área de ativos digitais.

Sobre o último tema, o comunicado destaca que a parceria envolveria uma "colaboração na área de ativos digitais e coinvestimentos, alavancando o investimento de ambas as partes e seus portfólios relacionados a ativos digitais". Na prática, isso poderia tornar a petrolífera uma investidora em criptoativos.

"Através desta parceria com a Aramco, as partes irão, em conjunto, alavancar os seu s conhecimentos e recursos mútuos para discutir novas oportunidades de negócios em campos de tecnologia avançada, como semicondutores, ativos digitais e outros, e contribuir para a cooperação econômica entre o Japão e a Arábia Saudita", destaca o comunicado.

Até quando você vai deixar de investir em crypto? Abra sua conta na Mynt e explore novas formas de investir sem medo. Clique aqui para desbloquear seu mundo crypto.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:Saudi AramcoArábia SauditaCriptoativos

Mais de Future of Money

Análise: mercado cripto retoma tendência de alta com dólar mais fraco e ETFs de ether no radar

Gala Games revela que perdeu R$ 1 bilhão em ataque: "fizemos uma confusão"

Bitcoin supera US$ 71 mil e ether dispara mais de 20% com aprovação de ETF no radar

Bitcoin bate recordes de preço no Japão, Argentina e Filipinas; entenda

Mais na Exame