Acompanhe:

Plataforma cita otimismo e define data e preço de fan token do Corinthians

Em entrevista à EXAME, CEO da Socios.com, responsável pela criptomoeda, explica crescimento do mercado de fan tokens e mostra otimismo com cenário brasileiro

Modo escuro

Continua após a publicidade
Fan token do Corinthians será lançado no dia seguinte ao 111º aniversário do clube (Thiago Bernardes/Getty Images)

Fan token do Corinthians será lançado no dia seguinte ao 111º aniversário do clube (Thiago Bernardes/Getty Images)

G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 26 de agosto de 2021 às, 15h51.

Última atualização em 27 de agosto de 2021 às, 10h45.

A plataforma Socios.com, responsável pela emissão de alguns dos mais populares fan tokens do mundo, anunciou o preço e a data de lançamento do criptoativo do Corinthians. O SCCP será lançado no dia 2 de setembro, um dia após o 111º aniversário do clube paulista, às 10h (de Brasília) com preço inicial definido de 2 dólares, ou cerca de R$ 10,50, que deverão ser pagos com a criptomoeda nativa da plataforma, a chiliz (CHZ).

O Corinthians é o segundo time brasileiro a fazer parte da plataforma. Antes, o Atlético Mineiro já tinha lançado os seus fan tokens, em uma venda inicial que colocou 850 mil tokens em circulação e se esgotou em poucos minutos, gerando uma arrecadação de quase 2 milhões de dólares, ou mais de 10 milhões de reais - o preço inicial do token GALO também foi de 2 dólares.

"Estamos muito confiantes que a nossa iniciativa no Brasil, com o Corinthians, seja bem recebida pelos fãs e pelo clube", contou Alexandre Dreyfus, CEO da Socios.com, à EXAME. "Nós já notamos um enorme interesse quando anunciamos a parceria".

Outro ponto que deixa as partes envolvidas otimistas é que o mercado de fan tokens vem ganhando terreno e conquistando milhares de adeptos no Brasil. Além do resultado expressivo com a venda de tokens GALO, a corretora cripto Mercado Bitcoin, que negocia esses ativos no mercado secundário, informou que o volume de negociação dos tokens do PSG foi o maior da plataforma nos dias próximos ao anúncio da contratação de Lionel Messi, superando até o bitcoin e o ether, tradicionalmente os líderes disparados deste mercado.

Neste período, o preço dos tokens do clube francês disparou, especialmente após o clube informar que pagaria parte do bônus ao jogador argentino com o criptoativo oficial do PSG.

Fan tokens são uma espécie de criptoativos que dão aos seus portadores o direito de participar de votações - como escolha da pintura do ônibus ou da terceira camisa da equipe - e de experiências ligadas ao clube. Segundo o executivo, quem estabelece quais serão essas ações e as recompensas que poderão ser adquiridas com os criptoativos são os clubes: "Somos uma plataforma. Os clubes é que decidem o que eles querem oferecer, e para quem. Claro, trabalhamos em conjunto para ser o mais criativo e bem-sucedidos, mas, no fim das contas, é papel dos clubes".

Dreyfus também explicou que não enxerga os tokens emitidos pela Socios.com como um concorrente dos atuais programas de sócios-torcedores que a maioria dos grandes clubes brasileiros possui e que o foco dos fan tokens da plataforma está nos torcedores que vivem mais afastados dos clubes: "Esse é um ponto muito importante. A Socios.com não existe para competir, mas para completar. Nosso produto não é voltado para o sócio-torcedor, mas justamente para os torcedores que não são sócios. É mais para os torcedores casuais espalhados pelo país e fora dele. Os clubes precisam de produtos digitais diferentes, para perfis diferentes. Nosso foco está mais nos torcedores 'digitais'".

Com a segunda maior torcida do país, estimada em algo entre 20 e 30 milhões de torcedores, o Corinthians pode causar grande impacto no mercado de fan tokens, especialmente por ter, historicamente, uma torcida conhecida pelo fanatismo e devoção ao clube - o que difere um pouco do perfil dos torcedores de clubes europeus, maioria na plataforma.

Algumas semanas depois da venda inicial - chamada pela Socios.com de FTO, ou Fan Token Offering - os tokens passarão a circular livremente, podendo ser negociadas no mercado secundário. Além das transações ponto a ponto (ou de pessoa para pessoa), é possível comprar e vender esses criptoativos em corretoras especializadas.

No Brasil, o Mercado Bitcoin tem exclusividade de negociação dos fan tokens da Socios.com, mas a data de listagem dos tokens GALO e SCCP ainda não têm data confirmada. "O Mercado Bitcoin é uma ótima porta de entrada para os entusiastas de criptoativos que também querem se engajar com o seu esporte preferido. O MB nos dá visibilidade no Brasil e cria oportunidades que promovem as duas marcas", explicou Dreyfus.

Diretor da corretora, Fabrício Tota explicou à EXAME que o mercado esportivo é um dos principais focos do Mercado Bitcoin que, além dos fan tokens da Socios.com, também já lançou o Vasco Token, um criptoativo que representa participação em direitos federativos de jogadores formados na base do clube carioca. Segundo ele, o token do PSG já se consolidou como o quinto ativo mais negociado na plataforma que, agora, mira em outras ações ligadas ao esporte: "Devemos anunciar em breve uma iniciativa com clubes brasileiros ligada aos NFTs", disse, sem entrar em detalhes.

Além de clubes de futebol como PSG, Barcelona, Juventus, Atletico de Madri, Roma e Arsenal, entre outros, a plataforma Socios.com também tem parcerias com outras marcas esportivas, como o UFC, times de basquete da NBA, equipes de e-sports e de automobilismo. A CBF, que recentemente lançou um fan token da Seleção Brasileira, entretanto, fez a emissão do criptoativo em uma plataforma concorrente, a turca Bitci.

Últimas Notícias

Ver mais
B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais
Future of Money

B3 vai lançar corretora de criptomoedas para investidores institucionais

Há 8 horas

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões
Future of Money

Usuário desconhecido movimenta bitcoins parados há 14 anos e tem lucro de R$ 15 milhões

Há 11 horas

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel
Future of Money

Bitcoin e principais criptos sobem após “turbulência” com conflitos geopolíticos em Israel

Há 13 horas

Solana lança atualização para resolver problemas de congestionamento na rede
Future of Money

Solana lança atualização para resolver problemas de congestionamento na rede

Há 14 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais