Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

O Lido Finance, o maior protocolo de staking líquido na Ethereum, concluiu na segunda-feira, 15, a atualização para a sua nova versão. A principal novidade é a liberação de saques de ether por parte dos usuários da plataforma, e a mudança foi bem recebida pelos investidores, beneficiando sua criptomoeda.

A atualização foi aprovada pelos membros da comunidade do protocolo que possuem o LDO, criptomoeda de governança do projeto. A votação foi a 156ª realizada no projeto, seguindo o seu funcionamento descentralizado. Ele foi iniciado na sexta-feira, 12, e concluído três dias depois.

Com a mudança, o Lido busca facilitar o processo de entrada e saída de seus investidores. O protocolo foi criado na esteira da mudança do mecanismo de consenso da Ethereum em setembro de 2022, que passou a ser de prova de participação (proof-of-stake). Nele, os validadores precisam bloquear ethers no blockchain para assumir a função, em um processo conhecido como staking.

O objetivo do Lido é aumentar o poder de validadores individuais ao reuni-los em uma comunidade e, ao mesmo tempo, trazer mais liquidez e rentabilidade para a operação. Ao realizar o depósito de ether no protocolo, o validador recebe em troca um token pareado ao ether, que pode ser negociado. Com isso, o validador pode negociar o ativo sem precisa sacá-lo.

Anteriormente, apenas essa versão do token - chamado de staked ether - podia ser sacado. Agora, é possível sacar diretamente o ether. A mudança reflete uma atualização na própria Ethereum, a Shanghai. Concluída em abril deste ano, ela passou a permitir os saques de ethers bloqueados na rede, tanto os depositados quanto os recebidos pelos validadores como recompensa.

Dados apontam que, no momento, cerca de 6,1 milhões de ethers estão depositados na Ethereum por meio do Lido, o que dá ao protocolo a maior fatia dentro do ecossistema de validadores do blockchain. A quantidade equivale a cerca de US$ 12 bilhões. Além da Ethereum, a plataforma também permite realizar staking na Solana, Polygon e Polkadot.

Isidoros Passadis, um dos colaboradores do Lido, descreveu a atualização como uma "evolução arquitetônica do protocolo Lido", com a possibilidade de realizar saques "simples, acessíveis e oportunos". Para ele, a nova funcionalidade é "uma parte essencial de um produto de staking completo".

Junto com a atualização, o Lido formou uma espécie de tesouro de 270 mil ethers, equivalente a US$ 490 milhões. A ideia é deixar essa reserva como uma espécie de fundo para garantir um processamento rápido dos saques, evitando um tempo de espera para o processamento da saída de ether na Ethereum.

O que é a criptomoeda Lido?

Atualmente, o LDO é a criptomoeda de referência ao falar sobre o protocolo Lido. O principal uso do ativo é para a governança do projeto, ou seja, os detentores possuem poder de votação para decidir quais mudanças serão, ou não, realizadas na plataforma. Ele também é usado para recompensar os operadores dos nós de funcionamento da plataforma.

De acordo com dados da plataforma CoinGecko, o LDO atraiu mais investidores após a atualização bem-sucedida do Lido. A criptomoeda acumula uma alta de 5,5% nas últimas 24 horas, cotada a US$ 2,23 e com a terceira maior valorização no período considerando as 100 maiores criptos do mercado em capitalização total.

Sabia que você pode investir em ether, lido e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

ver mais
ChatGPT completa 6 meses e mostra potencial e desafios da inteligência artificial
Future of Money

ChatGPT completa 6 meses e mostra potencial e desafios da inteligência artificial

Há 12 horas
Regulação no Canadá faz empresas de cripto saírem do país; risco existe no Brasil?
Future of Money

Regulação no Canadá faz empresas de cripto saírem do país; risco existe no Brasil?

Há 13 horas
Bitcoin é o ativo com maior valorização nos últimos 10 anos, aponta estudo
Future of Money

Bitcoin é o ativo com maior valorização nos últimos 10 anos, aponta estudo

Há 14 horas
Mercedes-Benz vai lançar coleção de NFTs criados com inteligência artificial
Future of Money

Mercedes-Benz vai lançar coleção de NFTs criados com inteligência artificial

Há 15 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais