Future of Money

Fashion tech brasileira voltada para Web3 anuncia parceria com carteira cripto

Parceria vai garantir a segurança dos ativos de clientes da fashion tech; saiba como os negócios da moda podem aderir à nova fase da internet na Web3

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Mariana Maria Silva
Mariana Maria Silva

Repórter do Future of Money

Publicado em 14 de julho de 2023 às 09h02.

A VEX, “spin-off” voltado para moda da Lumx Studios, é a primeira fashion tech brasileira a anunciar uma parceria com a Ledger, uma das maiores carteiras físicas de criptoativos do mundo. Ambas as empresas pretendem garantir a segurança dos clientes que optarem por impulsionar seus negócios de moda ao aderir à nova fase da internet, também conhecida como Web3.

Na Web3, a internet é descentralizada e engloba outras tecnologias, como criptoativos, blockchain, metaverso e tokens não fungíveis (NFTs).

  • Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

“Entendemos que a Web3 pode ser utilizada pela indústria de forma muito mais incisiva e auxiliar do que apenas com a construção de peças digitais. A Web3 pode solucionar dores e remover obstáculos desta indústria, a fim de torná-la mais ágil, menos custosa e mais sustentável”, disse a VEX em um comunicado.

A VEX surge com um serviço Web3 as a Service em B2B e com a parceria, utilizará os produtos e a expertise da Ledger para garantir a segurança de seus produtos e serviços. A Ledger é uma marca bastante conhecida pelos investidores de criptoativos, com suas hard wallets, ou seja, carteiras físicas de criptomoedas que, desconectadas da internet, garantem uma maior segurança contra hackers. Além da VEX, a Ledger também possui parceria com a grife italiana Fendi.

yt thumbnail

Segundo Lorenza Sabatini, atual CEO da VEX, o Brasil é uma das maiores potências quando o assunto é Web3 na América Latina e a moda, por outro lado, é um dos maiores mercados do mundo e pode ser um dos maiores impulsionadores de adoção da Web3. Por isso, a conexão destes dois setores faz sentido.

“A missão da VEX como a primeira fashion tech focada em Web3 do Brasil é auxiliar na redução de obstáculos da cadeia produtiva de moda através desta tecnologia e novos ambientes. Quando notamos que a segurança financeira era um desses gaps para a aprovação de projetos tecnológicos envolvendo Web3, sabíamos que era preciso suprir essa necessidade”, disse, em um comunicado exclusivo à EXAME.

“Nossa ideia com essa parceria é assegurar que as empresas de moda se sintam protegidas ao optar por iniciar novos projetos envolvendo web3 e, assim, contribuirmos com o desenvolvimento acelerado de projetos tecnológicos do setor no Brasil. Ficamos imensamente felizes por a Ledger ter topado esse desafio junto com a gente”, concluiu a CEO.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:CriptoativosNFTMetaversoWeb3

Mais de Future of Money

Chiliz muda blockchain após perda de espaço e queda de fan tokens

Liquidez no mercado de criptomoedas meme atinge maior nível da história

Milei diz que "não há problemas" para usar bitcoin em pagamentos na Argentina

Investidores do token do Coritiba recebem quase R$ 1 milhão após venda de jogador

Mais na Exame