Ethereum ganha 55% na semana, preço do bitcoin dispara e otimismo parece voltar ao mercado cripto

Impulsionado pela confirmação de data para atualização mais importante da história, preço do ether dispara; nesta quarta-feira, bitcoin tem alta de mais de 8%
Criptomoeda da rede Ethereum disparou desde o final da última semana (SOPA Images/Getty Images)
Criptomoeda da rede Ethereum disparou desde o final da última semana (SOPA Images/Getty Images)
G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 20/07/2022 às 11:01.

Última atualização em 20/07/2022 às 12:33.

O mercado cripto amanheceu nesta quarta-feira, 20, dando continuidade ao movimento de alta iniciado no fim de semana. Liderado pelo bitcoin, que se aproxima da faixa de US$ 24 mil pela primeira vez em mais de um mês, o setor vê vários ativos com altas significativas, entre eles o ether que mantém o movimento de alta impulsionado pela cada vez mais próxima atualização para a Ethereum 2.0.

(Mynt/Divulgação)

O preço do bitcoin, atualmente em US$ 23.817, é o maior desde 13 de junho. A alta nas últimas 24 horas passa de 8% e, em relação à uma semana atrás, a criptomoeda já valorizou mais de 23%, segundo dados do CoinGecko. Ainda é cedo para confirmar uma reversão de tendência após oito meses de queda acentuada — desde a sua máxima de US$ 69 mil em 10 de novembro de 2021, o bitcoin já perdeu 65% do seu valor — mas especialistas enxergam a formação de um fundo para o ativo, o que pode evitar novas quedas no curto prazo.

"O mercado demonstrou força nos últimos dias. Apesar das condições ainda pouco animadoras no ambiente macroeconômico, indicadores on-chain [dados do blockchain] nos levam a acreditar que a fase de fundo de mercado para o bitcoin e o mercado cripto esteja em formação. A forte capitulação é um dos indicadores, que historicamente demonstra momentos de esgotamento do movimento de venda", explicou Thais Almeida, analista da Titanium Asset.

Já o analista Eliman Dambell cita dados técnicos otimistas para a principal criptomoeda do mundo, mas também um possível impecilho para novas altas no curto prazo:

"Olhando para o gráfico, o teto do RSI [Índice de Força Relativa] de 14 dias, de 56,7, foi quebrado nas últimas 24 horas, levando a um influxo de novos compradores. Esse movimento também ocorre enquanto as médias móveis de dez e 25 dias finalmente se cruzaram, com os dois medidores de impulso se movendo em uma tendência de alta. No momento, o RSI está em 62, que historicamente tem sido um ponto de resistência, e se essa história se repetir, podemos ver os ganhos de hoje começarem a diminuir", escreveu no site Bitcoin.com.

Impulsionado pelo "The Merge", Ethereum segue em alta

O movimento de alta do ether começou na última sexta-feira, 15, depois que os desenvolvedores da Ethereum concordaram com um cronograma para a tão esperada atualização de “fusão” do blockchain — evento que vem sendo chamado de "The Merge".

Marcado para setembro, o "The Merge" fará a rede mudar seu mecanismo de consenso, do atual “prova de trabalho” para “prova de participação”, o que vai diminuir significativamente o consumo energético da rede e a tornará mais eficiente. É um processo tecnológico complexo e que é aguardado há anos.

Desde a reunião de desenvolvedores da Ethereum, na semana passada, o ether já subiu quase 60%, indicando a confiança dos investidores na nova programação para a atualização rumo ao ETH 2.0. Agora, a criptomoeda é negociada a US$ 1.605, com alta de 4% nas últimas 24 horas.

Outro sinal de força para o ETH vem dos mercados de opções, que na segunda-feira indicaram mais posições compradas do que vendidas, sinalizando um impulso de alta pela primeira vez em seis meses.

A força mais significativa, no entanto, apesar de difícil de quantificar, é a narrativa. Após semanas de manchetes adversas sobre empresas de criptomoedas em dificuldades ou em processo de falência, alta da inflação e das taxas de juro, entre outras, a realidade de que a tão esperada atualização para o segundo maior blockchain do mundo está perto de acontecer parece ter servido como uma injeção de otimismo no mercado.

A situação pode ficar ainda mais favorável para o ether e o mercado cripto de forma geral com os desdobramentos da Ethereum Community Conference (EthCC), que começou na terça-feira e terá mais de 250 palestrantes, entre eles o cofundador e principal nome do protocolo atualmente, Vitalik Buterin.

Com as duas maiores criptomoedas do mundo em um momento positivo, é natural que o restante do mercado aproveite o embalo e também opere em alta. E é exatamente isso que está acontecendo, com a maioria dos principais ativos digitais sendo negociadas por preços maiores do que há 24 horas, com destaque para ADA, da rede Cardano, e AVAX, da Avalanche, com altas de mais de 5%. As memecoins shiba inu e dogecoin também operam em forte alta, de mais de 8,5% nos dois casos.

Apesar do otimismo momentâneo, a Thais Almeida ainda recomenda cautela aos investidores: "Apesar de parecer que o mercado já precificou o que tinha de pior a acontecer, não se deve descartar que novos episódios negativos apareçam. O momento é de risk-on no mercado cripto, que tem demonstrado resiliência diante das barreiras, mas também é de cautela, pois o ambiente macro ainda está em mudança. Como investidor, é muito importante manter os pés no chão e conter a euforia, para não deixar ruídos de curto prazo apagarem o grande potencial de longo prazo do mercado".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok