Future of Money

Em 2 anos, Open Finance reforça vanguarda do Brasil e terá nova fase em 2023

Inteligência de dados será passo fundamental para as análises e entendimento das necessidades dos indivíduos na nova fase do Open Finance

Open Finance completa dois anos em 1º de fevereiro de 2023 (alengo/Getty Images)

Open Finance completa dois anos em 1º de fevereiro de 2023 (alengo/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de fevereiro de 2023 às 15h12.

Por Christine Fadel*

Há exatos dois anos, o Open Finance chegou e mostrou o seu potencial ao entrar no dia a dia dos brasileiros. O país, de lá pra cá, tornou-se referência mundial e encabeça a evolução do sistema. Com o avanço da adesão da sociedade e de instituições financeiras, o conceito é, agora, ampliado para abranger outras áreas que não a bancária, com um modelo simples, dinâmico e democrático.

Adeptos a novidades digitais e ávidos pelas vantagens oferecidas pelo sistema financeiro aberto, os brasileiros entenderam o leque de possibilidades que se abrem com o Open Finance e já somam mais de 9,6 milhões de consentimentos ativos para o compartilhamento de dados.

Cerca de 3,6% da população economicamente ativa do país aderiu ao sistema em apenas seis meses - algo quatro vezes mais rápido do que no pioneiro Reino Unido. Enquanto a maioria do mundo ainda pratica o Open Banking, o Brasil já conseguiu avanços como a agenda de implementação e evoluiu para o Open Finance, com escopo maior do que só dados bancários.

(Mynt/Divulgação)

Por aqui, o início da implementação do Open Finance na fase de compartilhamento de dados abriu espaço para a de inteligência de dados, passo fundamental para as análises e entendimento das necessidades dos indivíduos.

Métricas concretas possibilitam uma visão mais ampla, segura e rápida da vida financeira dos clientes e o posterior desenvolvimento de soluções que atendam às demandas. Os usuários, por sua vez, recebem melhores serviços, produtos e experiências e ganham poder de decisão, graças à competitividade. Sem falar no acesso ao crédito de forma mais justa e com melhores taxas.

Não à toa, foram contabilizadas 2,7 bilhões de chamadas de APIs - as consultas feitas pelas instituições bancárias sobre os dados financeiros - segundo o relatório oficial mais recente do Banco Central sobre o primeiro semestre de 2022.

Agora, em 2023, passamos para a jornada de amadurecimento e a ampliação da abrangência do sistema de banco aberto para setores como seguros, investimentos e imobiliário. Essa consolidação ocorre também por meio de empresas de inteligência de dados, que transformam o Open Finance em insumos para a construção de soluções financeiras personalizadas.

A simetria no ecossistema financeiro gera evolução e vantagens em diversas pontas, tanto no universo bancário quanto no corporativo e até no social. Cerca de R$ 94 bilhões poderão ser concedidos em crédito a pessoas físicas nos próximos cinco anos graças ao Open Finance, segundo a Serasa Experian, na Pesquisa Impactos do Open Banking no Mercado de Crédito.

Assim, a roda da economia gira e mais pessoas têm acesso a bens de consumo e à realização de seus sonhos. É um processo contínuo e sem volta, assim como inovações como o Pix e digitalização crescente de todos os meios de pagamento. 2023 é o ano do Open Finance guiar as empresas para as reais necessidades de seus clientes e fornecer ainda mais embasamento em suas decisões de negócios, uma vez que será o principal diferencial competitivo nos próximos anos.

*Christine Fadel é Chief Business Officer (CBO) na Quanto. É formada em administração, possui 17 anos de experiência e lidera a equipe de negócios na empresa de tecnologia para Open Finance. A Quanto é uma empresa de inteligência de dados que transforma o Open Finance em resultados de negócios. Em operação desde 2020, a Quanto levantou a Série A de US$ 15 milhões, em uma rodada liderada por Bradesco, Itaú Unibanco, Kaszek Ventures e Coatue.

Comece seu portfólio de criptomoedas. A Mynt é uma empresa BTG Pactual para você comprar e vender crypto com segurança e atendimento 24 horas. Abra agora sua conta e desbloqueie seu mundo crypto.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:Banco Centralopen-banking

Mais de Future of Money

Ainda dá tempo de começar a investir em bitcoin? Descubra

O caminho para uma IA responsável e segura no setor financeiro

O que um vencedor do Nobel de Economia pensa sobre criptoativos? Uma análise sobre confiança

A maturidade do mercado de criptoativos no cenário brasileiro

Mais na Exame