Fiat vai pagar recompensas com criptomoeda para motoristas de novo modelo

Programa de recompensas do novo Fiat 500 foca em sustentabilidade e distribui criptomoedas e cupons de marcas como Apple e Amazon
 (Fiat/Stellantis/Divulgação)
(Fiat/Stellantis/Divulgação)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 17/03/2021 12:49 | Última atualização em 17/03/2021 13:05Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Stellantis, grupo automotivo dono de marcas como Fiat, Citroën, Jeep e Peugeot, entre outras, anunciou o lançamento de um programa de sustentabilidade para recompensar os proprietários do novo Fiat New 500 com criptomoedas.

Chamado e-Mobility, o programa é fruto de parceria entre a Stellantis e a Kiri Technologies, responsável pela criptomoeda KiriCoin, cujo objetivo é desenvolver ações de sustentabilidade — o nome da moeda digital remete, em japonês, à Paulownia, árvore que consome 10 vezes mais CO2 do que qualquer outra planta.

No programa de recompensas do novo carro elétrico da Fiat, os motoristas terão dados coletados sobre estilo de condução, percurso, velocidade, entre outras informações, que serão automaticamente convertidos em KiriCoins, disponibilizadas no app da Fiat para smartphones, integrado ao sistema do veículo.

Segundo a companhia, os motoristas que rodarem 10.000 quilômetros por ano, poderão coletar até 7.500 KiriCoins, que equivalem a 150 euros. O valor poderá ser trocado por produtos variados em um marketplace específico. Além disso, os dados coletados vão gerar uma pontuação para os motoristas, e os melhores serão premiados com vouchers de compras em empresas como Apple, Amazon, Spotify e Netflix, entre outras.

“Queremos apoiar os comportamentos ecológicos de nossos clientes e recompensá-los com benefícios exclusivos. Só por dirigir o New 500, conectado e equipado com o novo sistema de infoentretenimento, KiriCoins podem ser coletadas em uma carteira ‘virtual’ exibida no app da Fiat”, contou Gabriele Catacchio, gerente do e-Mobility da Stellantis, em comunicado.

O novo modelo da montadora italiana, anunciado em 2020, está disponível em três versões, com diferentes baterias e motores — Action, Passion e Icon — e começou a ser distribuído neste mês em países da Europa. No Brasil, a venda do veículo foi confirmada, mas a data de início das vendas ainda não foi divulgada.