Esporte

Mundial de Clubes terá campeão marroquino que foi dirigido por técnico da seleção sensação da Copa

Time vencedor da Champions League da África pode enfrentar o Flamengo na competição e foi comandado por Walid Regragui, treinador da seleção de Marrocos no Mundial do Catar

Torcedor do Marrocos durante a Copa do Mundo do Catar 2022. (Anadolu Agency/Getty Images)

Torcedor do Marrocos durante a Copa do Mundo do Catar 2022. (Anadolu Agency/Getty Images)

AO

Agência O Globo

Publicado em 16 de dezembro de 2022 às 17h08.

Última atualização em 16 de dezembro de 2022 às 17h15.

A Fifa definiu nesta sexta-feira que o Mundial de Clubes será realizado no Marrocos, entre os dias 1º e 11 de fevereiro de 2023. Além dos campeões da América e da Europa, o Wydad Casablanca, representante do país anfitrião, está confirmado no torneio. O time marroquino ganhou o continental africano e já foi comandado pelo técnico sensação da Copa do Catar, Walid Regragui.

O Wydad Casablanca chega ao Mundial de Clubes após uma vitória por 2 a 0 sobre egípcio Al Ahly, no dia 30 de maio de 2022, na Champions League da África. A equipe marroquina foi a terceira a se classificar para a competição, depois do Real Madrid e Seattle Sounders, primeiro time dos Estados Unidos a conquistar a Concachampions.

Os títulos que colocaram o Wydad no mundial foram comandados pelo técnico Walid Regragui, sensação desta Copa do Catar que bateu diversos recordes africanos com a seleção de Marrocos.

O treinador comandou o Wydad na temporada de 2021/22 e largou o time para assumir a seleção de Marrocos no fim de agosto de 2022. A frente do time marroquino, Regragui conquistou a Champions League da África e o campeonato de seu país.

Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo toda manhã no seu e-mail. Cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

O Wydad já conquistou a Champions League da África duas vezes, mas só disputou o Mundial de Clubes uma vez. Em 1992, quando o time ganhou pela primeira vez a competição continental africana, o campeonato entre campeões dos continentes era decidido apenas entre europeus e sul-americanos.

Em 2017, em sua segunda conquista da Champions League da África, o Wydad estreou no Mundial, mas foi eliminado nas quartas de final pelo Pachuca, do México.

A decisão da realização do Mundial da Fifa no Marrocos saiu nesta sexta, após o conselho da entidade se reunir em Doha. Estão confirmados no mundial: Flamengo, campeão da Libertadores; Real Madrid, atual detentor do título da Champions; Seattle Sounders, que venceu a Champions da Concacaf, e o Auckland City, que levou o continental da Oceania.

A vaga continental africana será do Al-Ahly, do Egito, vice-campeão da Champions League da África — já que Wydad Casablanca será o representante de Marrocos, país anfitrião.

Caso passe pela fase eliminatória, o Wydad pode enfrentar o Flamengo que estreia na semifinal.

LEIA TAMBÉM:

Benzema vai jogar a final da Copa do Mundo? Entenda a situação do melhor do mundo

A torcida improvável: brasileiros abraçam a Argentina na Copa do Mundo

Acompanhe tudo sobre:Copa do MundoMarrocos

Mais de Esporte

Volt Sport completa três anos com 10 clubes parceiros e expectativa de faturar R$ 125 milhões

GP de Mônaco de F1 2024: horários e onde assistir ao vivo a corrida final

Em casa, Leclerc conquista a pole position no GP de Mônaco; Verstappen larga em sexto

Real Madrid x Real Bétis: onde assistir, horário e escalações pela La Liga

Mais na Exame