ESG

Instituto C&A lança IC&A FashionLab para aprofundar capacitação de empreendedores de moda

Iniciativa visa impactar 140 empreendedores neste ano, a partir de jornadas imersivas e investimentos, com foco em grupos socialmente minorizados

Instituto C&A lança IC&A FashionLab (Instituto C&A/Divulgação)

Instituto C&A lança IC&A FashionLab (Instituto C&A/Divulgação)

Marina Filippe
Marina Filippe

Repórter de ESG

Publicado em 22 de abril de 2024 às 07h00.

Última atualização em 22 de abril de 2024 às 14h11.

Tudo sobreModa
Saiba mais

O Instituto C&A, braço social da varejista de moda C&A, anuncia o lançamento da IC&A FashionLab, uma iniciativa que visa capacitar empreendedores da moda autoral e profissionais criativos do setor fornecendo recursos para gerar mais subsídio para o desenvolvimento financeiro a partir de um diferencial de mercado. A novidade, com investimento de 1 milhão de reais neste ano, acontece depois de outros apoios a centenas de empreendedores desde 2022.

"A partir dos aprendizados dos últimos dois anos, remodelamos nossa atuação para fortalecer o apoio aos empreendedores, com jornadas mais longas e imersivas. As oportunidades serão disponibilizada durante o ano para diferentes públicos, por meio de editais, e abrange laboratórios de desenvolvimento, áreas de criação, desenvolvimento de produto, comunicação e remodelagem de negócios", explica Gustavo Narciso, diretor executivo do Instituto C&A.

Atualmente, 50 empreendedores já participam de alguma jornada de desenvolvimento e outros 90 devem ser incluídos ao longo do ano. "Neste ano teremos 140 empreendedores diretamente impacto. Isto é menos do que nos anos anteriores, mas entedemos que é uma forma de ficarmos mais próximos deles".

De acordo com Gustavo, a metodologia inclui uma espécide de shark tank, reality show no qual os empreendedores apresentam seus negócios em busca de sociedade e investimento. "Voluntários da área comercial da C&A desenvolvem os participantes para que eles consigam participar de bancas e ter investimentos entre 5.000 e 15.000 reais. Isto somado as trilhas de conhecimento".

O IC&A FashionLab, este ano, conta com nomes como a Faculdade Santa Marcelina, SENAC, CRIÁVEL e Nordestesse. Ao longo de 2024, serão realizadas pelo menos cinco edições que irão compor os editais. As oportunidades acontecem em escala nacional, online ou presencial, no Sudeste e Nordeste.

Apoio aos empreendedores de grupos socialmente minorizados

Entre os focos do Instituto C&A para este ano está a descentralização do apoio no sudeste. "Estamos olhando mais para as iniciativas nas regiões Norte e Nordeste, assim como para grupos socialmente minorizados". Em maio, por exemplo, será realizada a  IC&A Black FashionLab, uma imersão para 10 empreendedores de moda autoral, negros ou indígenas, com CNPJ ativo há pelo menos 1 ano.

Segundo uma pesquisa do SEBRAE divulgada em 2023, empreendedores negros são 52% das 29,3 milhões de pessoas responsáveis por conduzir um negócio no Brasil, entretanto, o grupo ocupa majoritariamente postos com baixa formalização e recebe menos por liderar empreendimento menores e que demandam menos qualificação.

"Consultores contratados irão se unir para abordar aspectos cruciais do negócio, como sortimento, aprimoramento de produto e comunicação. O objetivo dessa iniciativa é capacitar os participantes para desenvolverem projetos sólidos a serem apresentados em um pitch, com a chance de receberem um investimento de 10 mil reais, sujeito à decisão da banca avaliadora".

Já outra avaliação do Instituto indicou a necessidade de apoio às mães empreendedoras. "A partir disto, nos unimos ao Instituto Lojas Renner, para trabalhar com essas mulheres questões como jornada dupla, apoio socioemocional, entre outros pontos específicos para elas".

De acordo com Gustavo, a expectativa é continuar auxiliando no crescimento dos negócios, com melhoria de faturamento e impacto na inclusão produtiva. "Percebemos que, em 2022, 13% dos participantes se formalizaram e 5% contrataram mais uma pessoa para a empresa. Além disto, esperamos produzir conteúdos para ajudar além dos 140 empreendedores previsto para este ano", afirma.

Acompanhe tudo sobre:ModaSustentabilidadeC&A

Mais de ESG

Brasil tem 1.942 cidades com risco de desastre ambiental

Na Inglaterra, Celso Athayde conta sobre a Conferência Internacional das Favelas

Vibra capacita motoristas e frentistas em ação contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Por que no dia 17 de maio é celebrado o dia mundial da reciclagem?

Mais na Exame