Acompanhe:

Empregos verdes: falta de mão de obra para milhões de vagas pode intensificar aquecimento global

Pesquisa da Boston Consulting Group (BCG) aponta uma lacuna de 7 milhões de profissionais em empregos verdes; estudo mostra iniciativas possíveis por empresas e governos para mitigação do problema e das mudanças climáticas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Energia solar: retorno de investimento chega a ser em média 25% ao ano (Sean Gallup/Getty Images)

Energia solar: retorno de investimento chega a ser em média 25% ao ano (Sean Gallup/Getty Images)

Para mitigar os efeitos negativos das mudanças climáticas, companhias e governos olham para a eficiência da transição energética e o desenvolvimento de empregos verdes. Contudo, a lacuna de competências profissionais na economia verde aumentará para 7 milhões até 2030, de acordo com a pesquisa “Will a Green Skills Gap of 7 Million Workers Put Climate Goals at Risk?”, da consultoria Boston Consulting Group (BCG).

A lacuna de competências verdes é especialmente acentuada nas tecnologias de energia solar, eólica e de biocombustíveis. Como consequência, pode ocorrer um aumento da temperatura de 0,1°C, atrasando o progresso na construção de ativos renováveis ​​para energia limpa. 

Segundo Santino Lacanna, sócio e líder da prática de pessoas e organizações do BCG, "Isso é especialmente preocupante, considerando o compromisso global de atingir emissões líquidas zero de CO2 até 2050 para limitar o aumento da temperatura a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais".

A pesquisa apontam ainda exemplos de empregos que estarão em demanda, como:

  • Instaladores de painéis solares 
  • Operadores de parques eólicos on e offshore
  • Técnicos de soldagem e metal em usinas de energia solar de grande porte 
  • Técnicos em proteção contra incêndio e segurança do trabalho 
  • Engenheiros de P&D para tecnologias solares e de baterias

“As pessoas não estão onde são mais necessárias, aqueles que estão no lugar certo ainda têm um trabalho significativo e não sentem a urgência de mudar, e aqueles que migram para a energia verde descobrem que precisam de competências inteiramente novas. A melhoria de competências em grande escala é uma parte fundamental da solução, tal como a migração legal baseada em competências”, diz  Johann Harnoss, bolsista do BCG Henderson com foco em inovação e talento global.

A pesquisa também enfoca o desafio de alinhar geografia, habilidades e cronograma. Lacanna acrescenta: "os talentos não estão necessariamente onde são mais necessários, e aqueles que estão no lugar certo muitas vezes não sentem a urgência de se mudar. A capacitação em larga escala e a migração baseada em habilidades são partes fundamentais da solução".

A insuficiência de trabalhadores de energia verde é especialmente relevante em países como Alemanha e Estados Unidos, onde o desemprego é relativamente baixo. Os exemplos de empregos em alta demanda incluem instaladores de painéis solares, operadores de parques eólicos em terra e no mar, técnicos de soldagem e metalurgia em usinas de energia solar em grande escala, técnicos em proteção contra incêndios e segurança ocupacional, e engenheiros de pesquisa e desenvolvimento em tecnologias solares e de bateria.

O especialista do BCG ressalta a importância de abordar a dimensão humana nas discussões sobre mudanças climáticas: "temas como finanças sustentáveis, infraestrutura e inovação tecnológica estão no topo da agenda global, mas a dimensão humana muitas vezes é negligenciada. Corrigir isso será fundamental para alcançar as metas de emissões líquidas zero do mundo".

O que governos e empresas podem fazer para mitigar as lacunas de trabalhos verdes

Entre as ações para superar, ou ao menos mitigar, a carência de trabalhadores neste setor, há duas frentes de ação: a governamental e a corporativa. A consultoria aponta que os governos devem:

  • Financiar programas de treinamento: investir em programas de capacitação é crucial, com cerca de 40% dos trabalhadores necessitando de treinamento. O exemplo do fundo de US$ 17 milhões no Reino Unido para requalificar 4.000 trabalhadores do setor de petróleo e gás mostra o caminho.
  • Estabelecer parcerias internacionais: acreditar na formação de trabalhadores em seus países de origem e criar oportunidades de trabalho em outros lugares é uma estratégia eficaz.
  • Adotar estratégias de migração e visto: adaptar as regras para a liberação de visto existentes com foco em atrair talentos globais na economia verde é fundamental.

E as organizações, por sua vez, precisam:

  • Iniciar uma jornada de gestão de mudanças: É preciso envolvimento da alta administração e uma atualização nas capacidades de recursos humanos para identificar talentos em todo o mundo. É possível examinar digitalmente as competências e, em seguida, integrar esses profissionais às equipas locais.
  • Globalizar o mercado de trabalho: Empresas podem criar plataformas digitais de talentos transnacionais, tornando empregos verdes mais atrativos com compensação competitiva e flexibilidade.

Santino aponta que a escassez de habilidades verdes é uma oportunidade para compartilhar novas oportunidades econômicas para trabalhadores e comunidades no mundo todo. "A colaboração entre governos e organizações é essencial para avançar em direção a um futuro mais verde e sustentável", afirma.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Pacheco pode pautar marco do mercado de carbono neste mês, diz Padilha
ESG

Pacheco pode pautar marco do mercado de carbono neste mês, diz Padilha

Há 2 dias

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados
ESG

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados

Há 4 dias

Brasil avança e chega ao sexto lugar em energia solar
ESG

Brasil avança e chega ao sexto lugar em energia solar

Há 6 dias

Eclipse fará EUA perderem o equivalente a 30 reatores nucleares em geração de energia
Mundo

Eclipse fará EUA perderem o equivalente a 30 reatores nucleares em geração de energia

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais