ESG
Acompanhe:
Apresentado por CPFL

A CPFL Energia lança plano ESG com metas ousadas até 2030

Empresa de energia assumiu 23 compromissos, dentre eles, o de se tornar carbono neutro a partir de 2025

Gustavo Estrella, presidente da CPFL Energia: metas preveem zerar as emissões de carbono a partir de 2025 e com portfólio de geração de energia 100% renovável até 2030 (CPFL/Divulgação)

Gustavo Estrella, presidente da CPFL Energia: metas preveem zerar as emissões de carbono a partir de 2025 e com portfólio de geração de energia 100% renovável até 2030 (CPFL/Divulgação)

e
exame.solutions

Publicado em 21 de dezembro de 2022, 07h30.

Última atualização em 21 de dezembro de 2022, 11h46.

Considerada uma das maiores companhias de distribuição de energia do Brasil, com mais de 10,2 milhões de clientes, a CPFL Energia, que também atua na transmissão, geração e prestação de serviços de energia (com 96% de fontes renováveis em seu portfólio) divulgou, durante a 27ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (COP27), no Egito, o seu Plano ESG 2030.

Fazem parte das novas diretrizes para fornecer energia de forma ainda mais sustentável 23 compromissos, apoiados em quatro grandes pilares (confira abaixo) alinhados à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Carbono neutro até 2025

Um dos grandes destaques é a meta – ousada, e pioneira no setor – de descarbonização. A CPFL Energia está comprometida em se tornar carbono neutro a partir de 2025 e continuar os esforços de mitigação para reduzir as emissões totais em 35% até 2030.

Para isso, pretende gerar energia 100% renovável, investir pelo menos R$ 40 milhões em estudos de viabilidade de tecnologias de hidrogênio verde até 2030, além de avançar na eletrificação da frota e manter a excelência operacional com baixos índices de perdas técnicas em distribuição.

Hoje, a CPFL também faz parte do Movimento Ambição Net Zero do Pacto Global, como forma de impulsionar a atuação do setor empresarial brasileiro, reforçando sua contribuição com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável contra a mudança global do clima.

Estão ainda nos planos da companhia avaliar 100% dos fornecedores críticos em critérios de sustentabilidade e direcionar 85% dos gastos a empresas que apresentem boas práticas nesse sentido. O investimento de mais R$ 140 milhões em programas de eficiência energética em hospitais públicos e filantrópicos também segue entre os compromissos, dando continuidade ao Programa CPFL e RGE nos Hospitais, iniciado em 2020. 

CPFL Energia: em seu plano ESG, a empresa se compromete a fornecer energia sustentável, acessível e confiável em todos os momentos (CPFL/Divulgação)

“O Plano ESG 2030 da CPFL Energia – que é dinâmico e será revisado anualmente com o plano estratégico dos negócios – traz novas diretrizes para que possamos fornecer energia sustentável, acessível e confiável em todos os momentos, tornando a vida das pessoas mais segura, saudável e próspera nas regiões onde operamos”, afirma Gustavo Estrella, presidente do grupo.