COP27 prorrogada até sábado, anuncia presidência egípcia do evento

"Estou determinado a encerrar esta conferência amanhã, de maneira ordenada", declarou para os representantes de quase 200 delegações o chanceler egípcio e presidente da COP27, Sameh Choukri
O chanceler egípcio expressou preocupação com a quantidade de temas pendentes de acordo e relacionadas a "financiamento, mitigação (das emissões de gases de efeito estufa), perdas e danos, todas interligadas" (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)
O chanceler egípcio expressou preocupação com a quantidade de temas pendentes de acordo e relacionadas a "financiamento, mitigação (das emissões de gases de efeito estufa), perdas e danos, todas interligadas" (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)
A
AFPPublicado em 18/11/2022 às 11:06.

A conferência mundial do clima da ONU (COP27) prosseguirá com as negociações até sábado, superando a data prevista de encerramento que era esta sexta-feira (18), informou a presidência egípcia do evento.

"Estou determinado a encerrar esta conferência amanhã, de maneira ordenada", declarou para os representantes de quase 200 delegações o chanceler egípcio e presidente da COP27, Sameh Choukri.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

As negociações no balneário de Sharm el Sheikh estão bloqueadas na questão do financiamento mais ambicioso que os países pobres e em desenvolvimento reclamam das nações mais ricas, para reduzir as emissões dos gases de efeito estufa, para a adaptação dos efeitos da mudança climática e para descarbonizar suas economias.

Um dos principais pontos de divergência é a reivindicação dos países vulneráveis para a criação de um fundo específico para compensá-los pelas perdas e danos já sofridos pelo aquecimento global, um fenômeno para o qual as nações pobres contribuíram muito menos, historicamente, que as mais ricas.

O tema foi incluído na agenda da COP27 quando os debates começaram em 6 de novembro. Oficialmente, as partes têm até 2024 para negociar a questão, mas os países em desenvolvimento pressionam para obter neste fim de semana um compromisso político de criação do fundo, visto com relutância por Estados Unidos e União Europeia.

O chanceler egípcio expressou preocupação com a quantidade de temas pendentes de acordo e relacionadas a "financiamento, mitigação (das emissões de gases de efeito estufa), perdas e danos, todas interligadas".

"Faço um apelo às partes a trabalhar juntas para resolver estas questões pendentes o mais rápido possível", enfatizou Shukri.

LEIA TAMBÉM: