Acompanhe:

Mercado de óleo e gás tem boas projeções para os próximos anos

Ministro de Minas e Energia fala em investimentos de mais de US$ 400 bilhões no setor de petróleo, gás e biocombustíveis

Modo escuro

Continua após a publicidade
O anúncio do ministro corrobora as boas expectativas da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro) para os próximos anos (wenbin/Getty Images)

O anúncio do ministro corrobora as boas expectativas da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro) para os próximos anos (wenbin/Getty Images)

E
Esfera Brasil

Publicado em 12 de outubro de 2022 às, 09h00.

São positivas as projeções para os próximos anos do mercado de Óleo e Gás no Brasil. Durante a abertura da 20ª edição da Rio Oil e Gás, o Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, afirmou que o país deve aumentar em 73% a produção de petróleo nos próximos 10 anos. Ainda de acordo com ele, a previsão é que o setor de petróleo, gás e biocombustíveis tenha cerca de US$ 400 bilhões de investimentos.

O anúncio do ministro corrobora as boas expectativas da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (AbesPetro) para os próximos anos. Um levantamento recente da entidade aponta que a indústria de petróleo e gás deve investir R$ 102 bilhões ao ano em exploração e produção até o ano de 2025 no Brasil. A AbesPetro estima que sejam abertas 500 mil novas vagas na atividade de exploração e produção de petróleo e gás nos próximos três anos. As vagas são de engenheiros, técnicos e pesquisadores com boa remuneração.

Em entrevista à CNN Rádio, o diretor-executivo da Associação, Telmo Ghiorzi, explicou que foi anunciado um investimento de US$ 156 bilhões contratado até 2030 – que corresponde ao valor anual em reais -, mas que “ainda há um potencial ampliado de US$ 415 bilhões”, já que “há reservas que existem e precisam ser leiloadas.”

“Estamos saindo do vale da crise, provocado pela pandemia e outros fatores, e temos rampa de evolução de investimentos e empregos”, completou.

Ainda durante a Rio Oil & Gas, especialistas destacaram que a tendência é que o país também busque se enquadrar nas metas globais de redução de emissões. O presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), Roberto Ardenghy, ressaltou que o futuro da indústria do petróleo é descarbonizado, seguro, eficiente, diverso e inclusivo. O setor, atualmente, produz 3,5 milhões de barris de óleo equivalente (boe) por dia e transporta 400 milhões de litros de combustíveis pelo país. “Tudo isto com segurança, eficiência operacional e extremo cuidado ambiental”, acrescentou Ardenghy.

Últimas Notícias

Ver mais
Projeto libera rotas domésticas para empresas estrangeiras
Esfera Brasil

Projeto libera rotas domésticas para empresas estrangeiras

Há 22 horas

Brasil tenta fortalecer Sul Global e liderar reformas em organismos internacionais
Esfera Brasil

Brasil tenta fortalecer Sul Global e liderar reformas em organismos internacionais

Há um dia

Brasil terá demanda crescente de energia até 2026, diz relatório da IEA
Esfera Brasil

Brasil terá demanda crescente de energia até 2026, diz relatório da IEA

Há 2 dias

Brasil investiu US$ 34,8 bilhões em transição energética em 2023
Esfera Brasil

Brasil investiu US$ 34,8 bilhões em transição energética em 2023

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais