A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Variante delta não deve impedir retomada global forte, diz banco JPMorgan

Para o banco americano, apesar dos riscos colocados pela variante do novo coronavírus, economia global deve seguir acelerando na segunda metade de 2021

O banco JPMorgan espera que a economia global siga acelerando na segunda metade de 2021 apesar dos riscos colocados pela variante delta do novo coronavírus, e na medida em que os "ventos contrários" da pandemia diminuem e a atividade do setor de serviços se normaliza.

Em relatório, o banco cita o caso do Reino Unido, onde as infecções vem caindo "significativamente", sendo "um bom presságio" para regiões onde a variante delta ainda está em ascensão, mas com algum atraso em relação à experiência britânica.

"Não somos de forma alguma complacentes com o risco delta, com novos casos ainda surgindo em grande parte dos EUA e na Ásia, e com lockdowns sendo adicionados na Austrália esta semana", diz o JPMorgan. "No entanto, com o progresso contínuo nas vacinações, qualquer nova tragédia relacionada à pandemia deve ser um obstáculo menor em uma recuperação robusta", afirma o relatório.

"Grande parte dos bancos centrais parece compartilhar de nossa perspectiva construtiva", aponta o JPMorgan, que indica que a disseminação da variante delta "parece ter pouco impacto em seus planos de normalização gradual" de economias desenvolvidas.

"Qualquer obstáculo no crescimento pela delta é considerado transitório", afirma, e cita posturas como a do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), que sugeriu riscos de curto prazo pela mutação, mas ainda assim adotou um tom "hawkish".

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.


Toda semana tem um novo episódio do podcast EXAME Política. Disponível abaixo ou nas plataformas de áudio Spotify, Deezer, Google Podcasts e Apple Podcasts

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também