Unidade da Apple não pagou US$71 mi em impostos, diz China

Segundo ministério, a unidade chinesa da Apple deixou de pagar 71 milhões de dólares em impostos em 2013

Xangai - A unidade chinesa da Apple deixou de pagar 452 milhões de iuans (71 milhões de dólares) em impostos em 2013, de acordo com um relatório do Ministério das Finanças da China, que chega conforme o país endurece sua postura de pagamentos de impostos por empresas estrangeiras.

O relatório do Ministério das Finanças, publicado em 9 de setembro, e citado pela agência de notícias oficial Xinhua na quinta-feira, disse que a Apple Computer Trading (de Xangai) já havia pago novamente as taxas, assim como os 65 milhões de iuans em impostos posteriores.

A investigação, no entanto, ressalta uma postura cada vez mais rígida sendo adotada por Pequim contra empresas estrangeiras que estão deixando de pagar impostos após as autoridades afirmarem em dezembro que iriam reprimir a prática.

Um porta-voz da Apple disse que "durante uma auditoria de nossas operações em 2013, uma diferença de interpretação de uma regulamentação de impostos resultou em um saldo devedor, o qual pagamos com juros. Nós pagamos todos os impostos que devemos em qualquer lugar em que façamos negócios".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.