Economia

Show da Madonna em Copacabana deve movimentar R$ 293,4 mi na economia do Rio, diz Prefeitura

A expectativa é que o espetáculo gratuito reúna uma multidão de pessoas, no dia 4 de maio, na orla na zona sul da capital fluminense

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 14 de abril de 2024 às 10h18.

O show da cantora norte-americana Madonna na Praia de Copacabana deve movimentar R$ 293,4 milhões na economia carioca, segundo estimativa divulgada pela Prefeitura do município do Rio de Janeiro. A conta considera os gastos do público com alimentação, transporte, hospedagem e passagem aérea. A expectativa é que o espetáculo gratuito reúna uma multidão de pessoas, no dia 4 de maio, na orla na zona sul da capital fluminense.

“Segundo a organização do evento, o público estimado é de pelo menos 1 milhão de pessoas, entre cariocas e moradores da região metropolitana, turistas nacionais e estrangeiros. Para o fim de semana do show, vai haver muitos voos extras, vindo de várias cidades do Brasil, além do aumento de passageiros na rodoviária, bem como uma forte ocupação hoteleira. Em alguns bairros, como Copacabana, local do show, a ocupação deve ficar perto dos 100%” apontou a Prefeitura, em nota à imprensa.

A Prefeitura está aportando R$ 10 milhões em patrocínio ao evento. O estudo com estimativas sobre o retorno dos investimentos - feito pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Econômico (SMDUE), em parceria com a Secretaria de Turismo (SMTUR) - teria apontado ainda que a arrecadação extra do Imposto Sobre Serviço (ISS) do mês de maio será suficiente para recuperar o aporte de recursos públicos.

A projeção é de um aumento de 20% da arrecadação de ISS em maio de 2024 em relação a maio de 2023 de atividades relacionadas ao show, como turismo, eventos, transporte municipal, setor aeroportuário e rodoviário, além de serviços de artistas.

O montante arrecadado desses setores somaria R$ 60,9 milhões no mês, o que significaria R$ 10,2 milhões a mais que o resultado de maio do ano passado.

“Com base em dados da organização do evento, compilados pela SMTUR, a exposição na mídia internacional do show da Madonna no Rio, após o anúncio oficial, alcançou em termos publicitários US$ 43,9 milhões - o equivalente a R$ 217,6 milhões (mais de 20 vezes o investimento da Prefeitura). Isso quer dizer que a Prefeitura do Rio, caso fizesse uma campanha de publicidade na imprensa internacional, teria que gastar mais de R$ 200 milhões, conquistados, espontaneamente, com a oficialização do show”, argumenta a nota da Prefeitura carioca.

Acompanhe tudo sobre:MadonnaRio de Janeiro

Mais de Economia

BNDES autoriza suspensão das parcelas de crédito rural para produtores do RS até outubro

IGP-10 de maio sobe 1,08% ante queda de 0,33% em abril, afirma FGV

Exclusivo: Márcio França, ministro do Empreendedorismo, é entrevistado da Exame desta quinta-feira

Tem base o “argumento do excesso de capacidade produtiva de veículos de nova energia da China”?

Mais na Exame