Economia

Sarkozy se mostra "confiante" na compra de aviões Rafale pelo Brasil

O presidente Lula deverá anunciar sua escolha em meados de maio, não em abril, como previsto inicialmente

Presidente francês declarou várias vezes que o Rafale apresentava mais vantagens para o Brasil (.)

Presidente francês declarou várias vezes que o Rafale apresentava mais vantagens para o Brasil (.)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de abril de 2010 às 21h04.

Washington - O presidente francês Nicolas Sarkozy se disse "confiante" nesta terça-feira com a possibilidade de o Brasil escolher o avião de combate Rafale para sua Força Aérea.

"As coisas avançam", afirmou durante entrevista à imprensa no encerramento da cúpula de Washington sobre a segurança nuclear. Sarkozy e o presidente brasileiro Luiz Inacio Lula da Silva mantiveram um encontro pela manhã em Washingon.

O Rafale, do fabricante francês Dassault, que até agora nunca foi vendido ao exterior, disputa com o F/A-18 Super Hornet do americano Boeing e com o Gripen NG sueco (Saab) o fornecimento de 36 aviões de combate ao Brasil, num contrato de bilhões de dólares.

O presidente Lula deverá anunciar sua escolha em meados de maio, não em abril, como previsto inicialmente.

Ele declarou várias vezes que o Rafale apresentava mais vantagens para o Brasil, devido à transferência de tecnologia prometida sem restrições por Sarkozy durante visita a Brasília em setembro de 2009.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaAviaçãoDados de BrasilEuropaFrançaPaíses ricosSetor de transporte

Mais de Economia

Haddad diz que terá reunião com Pacheco nesta semana para discutir dívida dos estados

Senado aprova novas regras paras os seguros, e texto segue para a Câmara

RS e BNDES negociam parceria estratégica sobre desastres ambientais

Marco dos seguros avança no Senado e segue para o plenário da Casa

Mais na Exame