Acompanhe:

Na China, novos empréstimos sofrem drástica queda em abril e ficam abaixo do esperado

Em abril, os bancos chineses liberaram 718,8 bilhões de yuans (US$ 103,67 bilhões) em novos empréstimos, montante bem abaixo dos 3,89 trilhões de yuans repassados em março

Modo escuro

Continua após a publicidade
O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, também sofreu forte queda de março para abril, de 5,38 trilhões de yuans a 1,22 trilhão de yuans (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)

O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, também sofreu forte queda de março para abril, de 5,38 trilhões de yuans a 1,22 trilhão de yuans (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)

Os bancos da China reduziram drasticamente a concessão de empréstimos no mês passado, sugerindo menor apoio oficial à recuperação pós-pandemia da segunda maior economia do mundo.

Em abril, os bancos chineses liberaram 718,8 bilhões de yuans (US$ 103,67 bilhões) em novos empréstimos, montante bem abaixo dos 3,89 trilhões de yuans repassados em março, segundo dados publicados hoje pelo PBoC.

A cifra de abril foi bem inferior à expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam 1,33 trilhão de yuans em novos empréstimos.

O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, também sofreu forte queda de março para abril, de 5,38 trilhões de yuans a 1,22 trilhão de yuans.

A base monetária da China (M2), por sua vez, teve acréscimo anual de 12,4% em abril, perdendo força ante a alta de 12,7% de março. O resultado do mês passado ficou levemente abaixo da projeção do mercado, de incremento de 12,5%.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV
Economia

Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV

Há 13 horas

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB
Economia

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB

Há um dia

Blinken diz que Argentina 'pode contar' com EUA para estabilizar sua economia
Economia

Blinken diz que Argentina 'pode contar' com EUA para estabilizar sua economia

Há um dia

Governo prorroga inscrições de programa para participação de mulheres no comércio exterior
Economia

Governo prorroga inscrições de programa para participação de mulheres no comércio exterior

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais