Minério de ferro cai 4% na China e tem menor nível em 5 anos

Arrefecimento da demanda por aço chinês forçou algumas siderúrgicas a antecipar a manutenção de fábricas, o que geralmente ocorre durante o Ano Novo Chinês

Xangai - Os preços do minério de ferro no mercado à vista da China atingiram nova mínima de cinco anos e meio nesta segunda-feira com siderúrgicas chinesas deficitárias freando produção, com fornecimento de minério mantido em abundância e com preocupações persistentes sobre as perspectivas para o crescimento econômico do país asiático neste ano.

O arrefecimento da demanda por aço chinês forçou algumas siderúrgicas a antecipar a manutenção de fábricas, o que geralmente ocorre durante o Ano Novo Chinês, que cai em 19 de fevereiro.

Siderúrgicas buscam conter o excesso de oferta que ajudou a derrubar em quase um terço os preços no ano passado.

"As siderúrgicas tiveram que cortar a produção após sofrerem perdas de cerca de 200 iuanes (32 dólares) por tonelada e o cronograma (para manutenção) foi mais cedo do que o esperado", disse Xu Huimin, analista da Huatai Great Wall Futures, em Xangai.

O minério de ferro para entrega imediata no porto de Tianjin caiu 3,94 por cento, para 63,30 dólares por tonelada, o menor nível desde maio de 2009, de acordo com dados compilados pelo Steel Index.

Mineradoras gigantes, como Rio Tinto e BHP Billiton, estão aumentando a produção em busca de uma maior participação de mercado, levando a uma enxurrada de exportações para o maior consumidor do mundo e arrastando para baixo os preços.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também