Economia

Juro do crédito rotativo cai mais de 60% e vai a 192% ao ano

O juro médio da primeira semana de agosto é o menor registrado até o momento e o primeiro em que o indicador anual fica abaixo da casa de 200%

Crédito Rotativo: o juro médio do já diminuiu em 60,5% desde a adoção da nova modalidade, que limitou o uso da linha em no máximo 30 dias (kieferpix/Thinkstock)

Crédito Rotativo: o juro médio do já diminuiu em 60,5% desde a adoção da nova modalidade, que limitou o uso da linha em no máximo 30 dias (kieferpix/Thinkstock)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 18 de agosto de 2017 às 11h51.

São Paulo - O juro médio do crédito rotativo já diminuiu em 60,5% desde a adoção da nova modalidade, que limitou o uso da linha em no máximo 30 dias, em abril último. A informação é da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Na primeira semana de agosto, o juro chegou a 9,3% ao mês, equivalente a 192% ao ano, contra taxa de 15,9% a.m. na primeira semana de março (486,1% a.a.).

O juro médio da primeira semana de agosto é o menor registrado até o momento e o primeiro em que o indicador anual fica abaixo da casa de 200%. Considerando cada mês fechado, foi registrada retração em todos os períodos após a implementação da nova regra do rotativo: março (15,5% a.m.), abril (11,9% a.m.), maio (10,7% a.m.), junho (10,4% a.m.) e julho (10,2% a.m.).

O levantamento da Abecs, associação que representa o setor de cartões, considera informações das seis principais instituições financeiras do País. A entidade passou a acompanhar e a divulgar os juros praticados pelos cartões desde março.

Acompanhe tudo sobre:Cartões de créditoCréditoJuros

Mais de Economia

‘Problema dos gastos no Brasil não é ter os pobres no Orçamento’, diz Simone Tebet

Plano Real, 30 anos: Gustavo Loyola e as reformas necessárias para o Brasil crescer

Governo sobe previsão de déficit de 2024 para R$ 28,8 bi, com gastos de INSS e BPC acima do previsto

Mais na Exame