Economia

Prejuízo com caos aéreo será maior que 11 de setembro

Bruxelas - O comissário europeu de Transporte, Siim Kallas, estimou hoje que o impacto econômico que o fechamento de grande parte do espaço aéreo da Europa terá para as companhias aéreas superará o provocado pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. O Executivo comunitário informou que abriu uma investigação para […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de abril de 2010 às 11h59.

Bruxelas - O comissário europeu de Transporte, Siim Kallas, estimou hoje que o impacto econômico que o fechamento de grande parte do espaço aéreo da Europa terá para as companhias aéreas superará o provocado pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos.

O Executivo comunitário informou que abriu uma investigação para determinar o valor das perdas e confia que terá uma primeira avaliação nesta semana, para poder "responder adequadamente à crise" e de forma coordenada.

O comissário explicou, em entrevista coletiva, que para evitar que as consequências econômicas sejam cada vez maiores é necessário retomar os voos o mais rápido possível, mas sem perder de vista que a prioridade é "a segurança".

Em relação aos direitos dos passageiros neste caso, a Comissão Europeia esclareceu que as companhias aéreas devem se encarregar das despesas de alojamento e alimentação das pessoas que optarem por manter os planos de viajar ou então reembolsar o preço do bilhete para quem desistir.

Acompanhe tudo sobre:AviaçãoEuropaPrejuízoSetor de transporte

Mais de Economia

Repasses federais ao RS poderão ser consultados na internet

Argentina entra em recessão técnica após PIB cair 5,1% em meio a medidas de Milei

Lula e Fernando Henrique se encontram em São Paulo

INSS: dados de milhões de beneficiários ficam expostos depois de múltiplos acessos suspeitos

Mais na Exame