Economia

ICBC Brasil realiza com sucesso sua primeira transação de liquidação em RMB

Na transação em questão, o ICBC Brasil deu suporte a ambas as partes, permitindo a liquidação diretamente na moeda chinesa

 (Agência Xinhua/Divulgação)

(Agência Xinhua/Divulgação)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 14 de abril de 2023 às 09h08.

O Banco Industrial e Comercial da China (Brasil) Ltda anunciou que processou com sucesso sua primeira transação de liquidação transfronteiriça em renminbi (RMB), o que representa um avanço considerável nos negócios transfronteiriços em RMB do banco no mercado brasileiro.

Em fevereiro, o Banco Popular da China, banco central do país, autorizou o ICBC Brasil como o banco de compensação RMB no Brasil, o que permitiu ao banco realizar transações em RMB entre clientes brasileiros e chineses.

Na transação em questão, o ICBC Brasil deu suporte a ambas as partes, permitindo a liquidação diretamente na moeda chinesa. Isso demonstrou vantagens significativas em termos de eficiência de compensação, custos de câmbio e segurança dos fluxos de fundos e informações, afirmou o banco em comunicado à imprensa.

“Continuaremos a aproveitar ativamente nossas vantagens como o banco de compensação RMB no Brasil e nos esforçaremos para fornecer serviços de liquidação transfronteiriça convenientes, eficientes e seguros em RMB para empresas de ambos os países, promovendo o desenvolvimento contínuo da cooperação econômica e comercial entre a China e o Brasil”, disse o chefe do ICBC Brasil.

Transações em real e renminbi

O sucesso da transação é um importante passo para aumentar a proporção de RMB no comércio e investimento entre a China e o Brasil, já que as empresas de ambos os países agora possuem mais opções de moeda para o comércio.

Nos últimos anos, a cooperação econômica e comercial entre a China e o Brasil tem se aproximado cada vez mais, o que torna a implementação bem-sucedida desta transação ainda mais relevante.

Com isso, o ICBC Brasil reforça sua posição como um dos principais players em transações financeiras entre Brasil e China, o que deve impulsionar ainda mais o comércio e investimento entre os dois países.

Tradução: Mei Zhen Li
Fonte: Xinhua

Acompanhe tudo sobre:Chinaeconomia-internacionaleconomia-brasileiraDólarIuaneReal

Mais de Economia

Cigarro pode ser taxado em 250% e cerveja em 46%, estima banco

Cade analisa se parceria entre Gol e Azul precisa ser submetida ao órgão

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho

'Esta semana fiquei nervoso porque vi o preço do arroz muito caro no supermercado', diz Lula

Mais na Exame