Acompanhe:

Grupo do Fundo Pátria arremata em leilão 1º lote de rodovias do PR com desconto de 18,25%

Lote é composto de quatro estradas federais e três estaduais, somando 473 quilômetros entre Curitiba e outras regiões

Modo escuro

Continua após a publicidade
Infraestrutura Brasil Holding 21, controlada pelo Grupo Pátria, venceu o leilão do 1º lote (Paulo Pinto/Agência Brasil)

Infraestrutura Brasil Holding 21, controlada pelo Grupo Pátria, venceu o leilão do 1º lote (Paulo Pinto/Agência Brasil)

A Infraestrutura Brasil Holding XXI, da qual o Fundo Pátria faz parte, arrematou o primeiro lote de rodovias do Paraná, leiloado nesta sexta-feira, 25, na sede da B3 em São Paulo. A oferta vencedora representa um desconto de 18,25% em relação ao teto máximo estipulado, que era de R$ 0,10673 por quilômetro rodado.

A disputa contou com apenas mais um participante: Consórcio Infraestrutura PR, composto pelas empresas EPR 2 Participações e Perfin Voyager Fundo de Investimento. A concorrência limitada já era prevista pelo mercado e autoridades.

Fique por dentro das últimas notícias no Telegram da Exame. Inscreva-se gratuitamente

O primeiro lote de rodovias do Paraná é composto de quatro estradas federais e três estaduais, somando 473 quilômetros entre Curitiba, região metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais. O edital prevê R$ 13,1 bilhões em investimentos ao longo dos 30 anos de contrato nas rodovias BR-277, BR-373, BR-376, BR-476, PR-418, PR-423 e PR-427.

Do montante total, R$ 7,9 bilhões devem ser aplicados em obras de melhorias e manutenção e R$ 5,2 bilhões em custos operacionais, como serviços médico e mecânico, pontos de parada de descanso para caminhoneiros e sistema de balanças de pesagem.

No total, 344 quilômetros serão duplicados e 210 quilômetros receberão faixas adicionais (terceiras faixas). Ao longo das rodovias, haverá cinco praças de pedágio: São Luiz do Purunã (BR-277), Lapa (BR-476), Porto Amazonas (BR-277), Imbituva (BR-373) e Irati (BR-277).

O lote é o primeiro de seis previstos que devem ser leiloados pela gestão paranaense, com previsão de mais de R$ 50 bilhões em investimentos em 3,3 mil quilômetros. O próximo certame está marcado para 29 de setembro, quando serão concedidos 605 quilômetros das rodovias federais BR-153, BR-277 e BR-369 e das estaduais PR-092, PR-151, PR-239, PR-407, PR-408, PR-411, PR-508 PR-804 e PR-855.

Os lotes 3, 4, 5 e 6 ainda estão em fase de análise pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Novidades

O leilão desta sexta-feira, 25,  inclui pontos das novas regras elaboradas pelo governo em parceria com Estados e entes privados. O objetivo é corrigir distorções vistas em disputas passadas, que levaram a problemas de sustentabilidade de contratos e, consequentemente, pedidos de devolução de concessões em alguns casos.

Entre as atualizações está a previsão de aportes adicionais em caso de descontos muito elevados.

Segundo o governo do Paraná, o dispositivo é acionado a partir dos 18%, com o valor de R$ 100 milhões aportados a cada ponto percentual de desconto até os 23%. Entre 23% e 30% de desconto, o valor adicional deverá ser de R$ 120 milhões a cada ponto, que passará a ser de R$ 140 milhões para descontos acima de 30%, de forma cumulativa.

O novo contrato prevê também a implantação gradativa do pedágio automático, conhecido como free flow.

A meta é que, em alguns anos, o sistema permita que o valor pago pelo usuário seja proporcional ao trecho percorrido.

O edital inclui também outras tecnologias, como câmeras para reconhecimento de placas, iluminação em LED e sistema de pesagem automático em movimento (WIM) de caminhões.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
As águas do Sul: conheça o Hotel das Cataratas, propriedade de luxo dentro do Parque Nacional
seloRevista Exame

As águas do Sul: conheça o Hotel das Cataratas, propriedade de luxo dentro do Parque Nacional

Há 5 dias

Lanchas brasileiras são destaque na Miami Boat Show
Casual

Lanchas brasileiras são destaque na Miami Boat Show

Há 3 semanas

Perdas de soja no Paraná estão estimadas em R$ 5 bilhões, aponta Deral
EXAME Agro

Perdas de soja no Paraná estão estimadas em R$ 5 bilhões, aponta Deral

Há um mês

TRE do Paraná notifica WhatsApp por deep fake envolvendo pré-candidato
Inteligência Artificial

TRE do Paraná notifica WhatsApp por deep fake envolvendo pré-candidato

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais