Gastos de brasileiros no exterior caem pelo terceiro mês consecutivo

No mês passado, essas despesas chegaram a US$ 1,720 bilhão, uma redução em relação a setembro, quando estavam em US$ 1,776 bilhão

Brasília – Com a alta do dólar, os gastos de brasileiros em viagens ao exterior estão caindo, segundo dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (22). Em outubro, foi registrada a terceira queda seguida em relação ao mês anterior.

No mês passado, essas despesas chegaram a US$ 1,720 bilhão, uma redução em relação a setembro, quando estavam em US$ 1,776 bilhão. Em agosto, os gastos ficaram em US$ 1,902 bilhão depois de atingirem US$ 2,195 bilhões, em julho.

Nos dados parciais deste mês, até o dia 22, as despesas de brasileiros em viagens ao exterior chegaram a US$ 1,037 bilhão, enquanto os gastos de estrangeiros no Brasil ficaram em US$ 372 milhões. Em outubro, as despesas de estrangeiros no país ficaram em US$ 530 milhões.

“O Banco Central acredita que as despesas líquidas com viagens internacionais [gastos de brasileiros no exterior menos despesas de estrangeiros no Brasil] serão mais moderadas nos próximos meses, em função do crescimento dos gastos dos estrangeiros no Brasil e em um contexto em que o crescimento de gastos de brasileiros no exterior deverá não ser tão acentuado em função do novo patamar da taxa de câmbio”, disse o chefe adjunto do Departamento Econômico do BC, Fernando Rocha.

De janeiro a outubro deste ano, os gastos de brasileiros no exterior ficaram em US$ 17,779 bilhões, ante US$ 13,179 bilhões de igual período de 2010.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.