Acompanhe:

EUA consome mais energia renovável do que carvão pela primeira vez

Fontes limpas de eletricidade bateram recorde de geração pelo quarto ano seguido. Energia eólica foi a mais consumida, ultrapassando a hidrelétrica

Modo escuro

Continua após a publicidade
O crescimento das renováveis nos EUA se deve quase inteiramente ao avanço das energias provenientes do sol e do vento (Germano Lüders/Exame)

O crescimento das renováveis nos EUA se deve quase inteiramente ao avanço das energias provenientes do sol e do vento (Germano Lüders/Exame)

R
Rodrigo Caetano

Publicado em 29 de maio de 2020 às, 15h31.

Última atualização em 29 de maio de 2020 às, 15h45.

Os Estados Unidos atingiram um marco histórico no setor de energia. Após 134 anos de reinado do carvão como a principal fonte energética, as energias renováveis se tornaram as mais consumidas pelos americanos, no ano passado. A conta leva em consideração todas as modalidades de geração limpa, como eólica, solar e hidrelétrica. 

Em 2019, o consumo de renováveis bateu a marca de 11,5 quatrilhões de BTUs, medida padrão de consumo. A eletricidade proveniente do carvão apresentou o sexto ano seguido de queda, encerrando o ano com um consumo de 11,3 quatrilhões, de acordo com EIA, agência federal americana responsável por coletar e analisar estatísticas sobre energia. 

O consumo de energia a carvão está no seu menor nível desde 1964, segundo a EIA. Cerca de 90% do carvão consumido no país é utilizado para gerar eletricidade. Em grande parte, essa fonte de energia foi substituída pelo gás natural, tendência que acelerou nos últimos dez anos. A agência atribui o movimento ao baixo preço do gás e ao rápido declínio dos custos de construção de sistemas solares e eólicos. 

Em outro marco histórico, a energia eólica ultrapassou a hidrelétrica como a principal fonte limpa dos Estados Unidos. O crescimento das renováveis se deve quase inteiramente ao avanço das energias provenientes do sol e do vento. 

O crescimento das fontes renováveis chegou, inclusive, ao Texas, onde está a maior parte da produção de petróleo dos Estados Unidos. O estado concentra um quarto dos projetos de geração eólica atualmente em curso e já é o maior gerador de energia dos ventos do país. 

A aposta nas renováveis se mostra acertada neste momento de pandemia. Enquanto a indústria petroleira amarga a maior crise da história, neste ano, o setor de energia limpa será o único a apresentar crescimento no mercado de energia, globalmente, segundo a Agência Internacional de Energia. Embora o avanço esperado seja menor do que 1%, é um valor mais amigável do que os -9,1% do setor de petróleo e os -7,7% do setor carvoeiro.

Últimas Notícias

Ver mais
É adequado Fed levar o tempo que for preciso para começar a cortar juros, diz dirigente
Economia

É adequado Fed levar o tempo que for preciso para começar a cortar juros, diz dirigente

Há 4 horas

Biden pede cessar-fogo imediato em Gaza em conversa com Netanyahu
Mundo

Biden pede cessar-fogo imediato em Gaza em conversa com Netanyahu

Há 5 horas

Essequibo: Maduro promulga lei que anexa território da Guiana à Venezuela
Mundo

Essequibo: Maduro promulga lei que anexa território da Guiana à Venezuela

Há 14 horas

Conta de energia: Silveira diz que MP poderá permitir redução de tarifa em 3% no país
Brasil

Conta de energia: Silveira diz que MP poderá permitir redução de tarifa em 3% no país

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais