Economia

Economia cresceu 1,4% no 1ª trimestre, estima Serasa

Dado é comparado com o último trimestre de 2010, com desconto das influências sazonais

Mesmo com medidas de contenção feitas pelo governo, o país cresceu (Divulgação)

Mesmo com medidas de contenção feitas pelo governo, o país cresceu (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 24 de maio de 2011 às 12h10.

São Paulo - A economia brasileira cresceu 1,4% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o último trimestre de 2010, já descontadas as influências sazonais, segundo cálculos divulgados hoje pela Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Em relação ao primeiro trimestre do ano passado, o crescimento foi de 4,6% nos primeiros três meses de 2011.

Em março, na comparação com abril, o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) apontou estabilidade na economia. Nos 12 meses encerrados em março, a expansão calculada foi de 6,3%.

As projeções da Serasa Experian servem apenas de referência para o mercado. Oficialmente, o Produto Interno Bruto (PIB) do País é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB do primeiro trimestre deste ano será divulgado pelo IBGE no dia 3 de junho.

De acordo com a Serasa Experian, o avanço da economia no primeiro trimestre deste ano, ante o trimestre anterior, "foi puxado pelo crescimento de 7,4% do consumo das famílias e pela expansão de 9,4% dos investimentos produtivos". O resultado positivo também foi motivado pelo setor de serviços, que avançou 4,6% no período, seguido pela indústria (3,9%) e pela agropecuária (0,8%).

A instituição avalia que, a despeito das medidas de contenção adotadas pelo governo, houve aceleração do ritmo de crescimento econômico neste primeiro trimestre, já que a alta havia sido de 0,7% no quarto trimestre de 2010. A Serasa Experian espera que, a partir do segundo trimestre deste ano, ocorra uma diminuição do ritmo de expansão da economia, em linha com as necessidades de combate à alta da inflação.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaCrescimento econômicoDados de BrasilDesenvolvimento econômicoEmpresasempresas-de-tecnologiaExperianSerasa Experian

Mais de Economia

Haddad diz que terá reunião com Pacheco nesta semana para discutir dívida dos estados

Senado aprova novas regras paras os seguros, e texto segue para a Câmara

RS e BNDES negociam parceria estratégica sobre desastres ambientais

Marco dos seguros avança no Senado e segue para o plenário da Casa

Mais na Exame