Economia

Com queda de 17,4% no mês, litro da gasolina fica em R$ 6

Essa é a maior queda registrada pela gasolina, puxada pela redução do ICMS

Em relação ao mercado exterior, a gasolina está, na média, 1% acima do preço internacional (Bloomberg/Getty Images)

Em relação ao mercado exterior, a gasolina está, na média, 1% acima do preço internacional (Bloomberg/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 26 de julho de 2022 às 09h23.

Pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostra que, apesar de ainda se manter acima dos valores praticados no mercado internacional, o preço dos combustíveis voltou a cair no mercado brasileiro na última semana. A maior queda foi registrada pela gasolina, puxada pela redução do ICMS. Entre 17 e 23 de julho, o preço do combustível caiu 2,9%, elevando para 17,4% o porcentual no acumulado do mês.

O preço médio da gasolina comum nos postos verificados pela ANP foi de R$ 5,89 por litro, sendo que o mais alto (R$ 7,75) foi encontrado em Altamira, no Pará, enquanto o mais barato (a R$ 5 09) estava sendo vendido em Passos, Minas Gerais.

Em relação ao mercado exterior, a gasolina está, na média, 1% acima do preço internacional. Na Bahia, onde funciona a Refinaria de Mataripe, privatizada no final do ano passado, os preços estão 4% superiores aos praticados no Golfo do México, segundo a Associação Brasileira dos Importadores de Combustiveis (Abicom).

Já o diesel S10, menos poluente e mais utilizado no Brasil, teve ligeira queda de preços, de 0,4% na semana passada, mantendo o preço mais alto (de R$ 9 por litro) em Ourinhos, no interior paulista, e o mais baixo (R$ 6,29), em Itatiba, também em São Paulo. Na média, o preço do litro do diesel S10 custava R$ 7,55 na semana de 17 a 23 de julho, segundo a ANP.

O combustível, que anda escasso no mundo por conta do aumento da demanda, está em média 5% acima do preço internacional. Segundo a Abicom, seria possível uma redução de R$ 0,29 por litro para atingir a paridade com os valores internacionais.

Já o botijão de gás de 13 quilos teve queda de 0,3% na semana passada, e estava sendo comercializado em média a R$ 111,80.

Veja também:

Prévia da inflação fica em 0,13% em julho com desoneração dos combustíveis

Corte no Orçamento será mais rigoroso e vai atingir mais Saúde e Educação

Acompanhe tudo sobre:ANPGasolinaICMSPreços

Mais de Economia

Mercado financeiro espera por manutenção da taxa Selic nesta quarta, 19

Haddad diz que terá reunião com Pacheco nesta semana para discutir dívida dos estados

Senado aprova novas regras paras os seguros, e texto segue para a Câmara

RS e BNDES negociam parceria estratégica sobre desastres ambientais

Mais na Exame