Canaplan: Safra 18/19 de açúcar deve ficar abaixo de 30 mi de toneladas

Destinação de matéria-prima para a fabricação de etanol e envelhecimento dos canaviais motivam retração, segundo a consultoria
Canaviais: projeção da Canaplan abaixo das 30 mi de toneladas para a produção na região fica abaixo das divulgadas pela Datagro, INTL FCStone e Job (Kiko Ferrite/Exame)
Canaviais: projeção da Canaplan abaixo das 30 mi de toneladas para a produção na região fica abaixo das divulgadas pela Datagro, INTL FCStone e Job (Kiko Ferrite/Exame)
Por José Roberto Gomes, da ReutersPublicado em 25/04/2018 16:08 | Última atualização em 25/04/2018 16:08Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A produção de açúcar no centro-sul do Brasil deve ficar abaixo de 30 milhões de toneladas na safra 2018/19, iniciada neste mês, após cerca de 36 milhões de toneladas na temporada anterior, projetou nesta terça-feira a consultoria Canaplan durante evento em Ribeirão Preto (SP).

A retração reflete uma maior destinação de matéria-prima para etanol, em meio a baixos preços do açúcar, e também o envelhecimento dos canaviais, que neste ano estão mais suscetíveis a pragas e condições climáticas adversas, destacou a consultoria.

Segundo a Canaplan, o centro-sul do Brasil deverá produzir 29,9 milhões de toneladas de açúcar em 2018/19.

A consultoria considera que a produção poderia variar de 29 milhões a 30,6 milhões de toneladas.

Trata-se de uma das menores projeções até agora já feitas. Datagro, INTL FCStone e Job, por exemplo, preveem quantidades acima de 30 milhões de toneladas.

Em contrapartida, a fabricação de etanol deve ir a 26,6 bilhões de litros em 2018/19, de cerca de 26 bilhões na safra anterior. Na melhor das hipóteses, a produção poderia chegar a 27,2 bilhões de litros.

Conforme a consultoria, a moagem pelas usinas da principal região produtora do maior player global deverá cair a 569 milhões de toneladas, de 596 milhões em 2017/18. A depender do clima e outros fatores, esse volume pode oscilar de 553 milhões a 585 milhões de toneladas.

A Canaplan destacou que a idade dos canaviais na atual temporada atingirá uma média de 3,9 anos, ante 3,74 na anterior, acarretando em uma produtividade de cerca de 72 toneladas por hectare, após 75,5 toneladas em 2017/18.