Economia

Cai a qualidade do crédito, aponta Serasa Experian

Brasília - O risco de inadimplência das pessoas físicas no país aumentou no segundo trimestre deste ano, principalmente em regiões menos desenvolvidas. A capacidade de os tomadores de crédito honrarem os compromissos diminuiu 0,3%, segundo o Indicador Serasa Experian da Qualidade de Crédito do Consumidor, calculado pela empresa de consultoria Serasa Experian. Pelos critérios adotados, […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de maio de 2011 às 11h30.

Brasília - O risco de inadimplência das pessoas físicas no país aumentou no segundo trimestre deste ano, principalmente em regiões menos desenvolvidas. A capacidade de os tomadores de crédito honrarem os compromissos diminuiu 0,3%, segundo o Indicador Serasa Experian da Qualidade de Crédito do Consumidor, calculado pela empresa de consultoria Serasa Experian.

Pelos critérios adotados, numa escala de 0 a 100, quanto mais elevado for o nível nessa escala, menor é a probabilidade de inadimplência. De abril a junho, o indicador atingiu 80,3, ficando ligeiramente abaixo do registrado no trimestre anterior (80,5).

Apesar da piora no quadro, comparado a igual período dos dois anos anteriores, esse foi o melhor resultado, desde 2008, quando a situação média dos endividados havia alcançado o nível 80,1, o mesmo registrado no segundo trimestre de 2009.

Os economistas da Serasa Experian atribuíram essa situação à maior oferta de crédito com juros mais baixos e prazos mais longos e de produtos com isenções ou descontos tributários. Eles destacaram, no entanto, que "a evolução do endividamento não foi acompanhada, na mesma proporção, pelos incrementos observados na renda".

A Região Sul apresentou a melhor condição, com o indicador em 85,0, seguida pelas regiões Sudeste (80,4); Nordeste (79,0), Centro-Oeste (78,6) e Norte (76,5). Na comparação com o trimestre anterior, as regiões Norte e Nordeste foram as que registraram as maiores quedas com (-1,9%) e (-1,2%), respectivamente.

Acompanhe tudo sobre:América LatinaCréditoDados de BrasilDívidas pessoaisEmpresasempresas-de-tecnologiaExperianSerasa Experian

Mais de Economia

Prévia do PIB: IBC-Br fica estável e fecha abril com variação de 0,01%, abaixo da expectativa

Inflação ao consumidor na China continua em alta

Petrobras prevê perfurar novos poços do pré-sal em 2025 para garantir futuro da bacia de Campos

Senado estuda usar atualização do IR e repatriação para compensar desoneração

Mais na Exame