Economia

Boletim Focus: mercado eleva projeção do IPCA de 2024 pela 7ª semana consecutiva

As estimativas do PIB e câmbio de 2024 subiram, assim como as expectativas do câmbio para 2025,  2026 e 2027

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 24 de junho de 2024 às 08h40.

Última atualização em 24 de junho de 2024 às 09h01.

Os analistas de mercado consultados pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, 24, elevaram a projeção do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2024 pela sétima semana consecutiva, de 3,96% para 3,98%.

A expectativa para a inflação em 2025 também subiu, de 3,80% para 3,85%. O índice é a principal referência para medir a inflação brasileira.

As estimativas do PIB e câmbio de 2024 subiram, assim como as expectativas do câmbio para 2025,  2026 e 2027.

IPCA

A projeção do IPCA de 2024 subiu de 3,96% para 3,98% pela sétima semana consecutiva. Um mês antes, a mediana era de 3,86%. Considerando as 96 estimativas atualizadas nos últimos cinco dias úteis, a mediana para 2024 passou para 4,01%.

Para 2025, que também está no foco da política monetária, a projeção subiu de 3,80% para 3,85%. Um mês antes, a mediana era de 3,75%. A projeção para 2026 se manteve estável em 3,60%. A expectativa para 2027 permaneceu a mesma dos últimos 50ª boletins.

PIB

A projeção para o PIB de 2024 subiu de 2,08% para 2,09% após queda no último boletim. Um mês antes, a projeção era de 2,05%. A projeção para 2025 foi mantida em 2% pela 28ª semana seguida, assim como a de 2026 se manteve em 2% pela 46ª semana.

Selic

A projeção para a Selic de 2024 se manteve em 10,50%. A expectativa para taxa de juros em 2025 também se manteve em 9,50%. Já em 2026, a Selic aparece em 9% pela sexta semana.

Câmbio

Os economistas do mercado financeiro elevaram as expectativas para o dólar para 2025 de US$ 5,13 para US$ 5,15.

Acompanhe tudo sobre:IPCASelicBoletim Focus

Mais de Economia

Reforma tributária: compra de imóveis e serviços de construção terão redução de 40% na alíquota

Ministro da Previdência vai fazer 'pente-fino' em mais de 800 benefícios temporários

Jorge Lima, secretário de Desenvolvimento Econômico de SP, é o entrevistado da EXAME desta sexta

O que é 'imposto do pecado'? Entenda o imposto seletivo e o impacto no seu bolso

Mais na Exame