Acompanhe:

Alckmin: Lula trabalha para integrar economia do Mercosul e da região à economia internacional

Segundo Alckmin, a comemoração dos 200 anos das relações bilaterais entre Brasil e Argentina é mais uma oportunidade para aproximar ainda mais as relações

Modo escuro

Continua após a publicidade
Alckmin: o governo do presidente Lula tem atuado com dedicação para garantir mercado às exportações do Mercosul (Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil)

Alckmin: o governo do presidente Lula tem atuado com dedicação para garantir mercado às exportações do Mercosul (Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente em exercício, Geraldo Alckmin, disse nesta terça-feira, 28, que durante a presidência "pro tempore" em curso do Brasil no Mercosul, o governo Lula tem trabalhado de forma intensa para integrar a economia do bloco e da região à economia internacional. Ele falou durante a abertura do Sétimo Seminário de Líderes, evento que marca o Ano do Bicentenário das Relações Bilaterais entre Brasil e Argentina.

Por ter assumido interinamente a Presidência da República desde a segunda-feira, 27, por causa da viagem de Lula para a COP-28, em Dubai, e mais três países, o vice-presidente não pôde estar presente à abertura do seminário, mas enviou um vídeo para o evento.

Segundo Alckmin, a comemoração dos 200 anos das relações bilaterais entre Brasil e Argentina é mais uma oportunidade para aproximar ainda mais as relações entre os dois países e dos dois países com Região nos âmbitos público e privado.

"É uma oportunidade para aproximar ainda mais os lideres de cada país, facilitar o desenvolvimento do comércio, da indústria, do agro e trabalhar no alinhamento de políticas públicas e privadas estimulando o crescimento e maior competitividade na nossa Região", disse Alckmin.

Agenda econômica

De acordo com ele, há uma extensa agenda pela frente nas áreas da economia, das finanças, indústria, agronegócio, transição energética , sustentabilidade, serviços "e temas tão relevantes na relação entre os dois países".

"A verdadeira integração comercial é feita pelas empresas e os atores privados. Nesse sentido, o governo do presidente Lula tem atuado com dedicação para garantir mercado às exportações do Mercosul e integrar economia da Região à economia internacional. Na presidência pro tempore brasileira em curso, estamos fazendo todos os esforços para lograr a conclusão dos acordos Mercosul com União Europeia, Mercosul com Cingapura", disse o presidente em exercício.

De acordo com Alckmin, para que essa integração se concretize, é preciso que haja um fortalecimento do Mercosul e da economia de seus membros.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Brasil e outros 121 países fecham acordo para aumentar investimentos estrangeiros
Economia

Brasil e outros 121 países fecham acordo para aumentar investimentos estrangeiros

Há 15 horas

Ministros de Finanças do G20 se reúnem em São Paulo nesta semana
Economia

Ministros de Finanças do G20 se reúnem em São Paulo nesta semana

Há 17 horas

Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV
Economia

Aumenta a confiança da indústria, diz pesquisa da FGV

Há 2 dias

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB
Economia

IFI reduz estimativa para dívida bruta em 2024, de 78,8% para 77 7% do PIB

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais