Acompanhe:

Ações querem reforçar confiança dos investidores, diz Levy

Ministro da Fazenda afirmou que o país agiu com agilidade aos problemas econômicos. De acordo com ele, medidas devem aumentar a confiança na economia

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Joaquim Levy: ministro da Fazenda afirmou que Brasil pode se beneficiar com preço do petróleo
 (Reprodução/Bloomberg)

Joaquim Levy: ministro da Fazenda afirmou que Brasil pode se beneficiar com preço do petróleo (Reprodução/Bloomberg)

V
Victor Caputo

Publicado em 24 de janeiro de 2015 às, 17h38.

São Paulo – No último dia da sua participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça, o ministro da Fazenda Joaquim Levy falou sobre as ações do governo que buscam reforçar a confiança dos investidores no país.

De acordo com o ministro, o crescimento do país nos últimos anos foi ligado ao consumo. Em 2014, no entanto, o país enfrentou uma queda na quantidade de investimentos. De acordo com o ministro, a causa teria sido a incerteza por parte das eleições presidenciais.

As mudanças colocadas em prática pelo governo têm como objetivo reafirmar a confiança dos investidores. "Para ter investimento, é preciso ter confiança. Por isso, tomamos a decisão de adotar medidas para aumentar a confiança na economia", disse o ministro, de acordo com a Folha de S. Paulo.

Joaquim Levy definiu as medidas tomadas pelo governo como tradicionais. "Reforçamos nosso ajuste fiscal com a meta de superavit de 1,2% neste ano e, no próximo ano, será um pouco mais", disse Levy. O ministro ainda afirmou que o país reage com agilidade.

Levy ainda falou sobre o preço do barril de petróleo. Segundo ele, a queda no preço não deve afetar tanto o país. “No balanço, vai ser positivo”, disse.

Davos

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, participou de uma mesa chamada “A perspectiva econômica global: o que deve estar no topo da agenda para a economia global ao longo do ano?”.

O fórum, realizado em Davos, teve início na quarta-feira, dia 21 de fevereiro. O fórum contou com a participação de 40 chefes de Estado.

Últimas Notícias

Ver mais
Produção sustentável no Cerrado pode gerar US$ 72 bi para PIB ao ano, aponta Fórum Econômico Mundial
ESG

Produção sustentável no Cerrado pode gerar US$ 72 bi para PIB ao ano, aponta Fórum Econômico Mundial

Há 2 meses

Relatório do Fórum Econômico Mundial mostra que Cerrado pode gerar US$ 72 bi/ano para economia
Economia

Relatório do Fórum Econômico Mundial mostra que Cerrado pode gerar US$ 72 bi/ano para economia

Há 2 meses

Investir na saúde das mulheres pode impulsionar US$ 1 trilhão anualmente até 2040
ESG

Investir na saúde das mulheres pode impulsionar US$ 1 trilhão anualmente até 2040

Há 2 meses

Fórum Econômico de Davos mostra as tendências para o futuro dos criptoativos
Future of Money

Fórum Econômico de Davos mostra as tendências para o futuro dos criptoativos

Há 3 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais