Economia

Seis visões sobre pirataria, contrabando e outras práticas ilegais

Seis especialistas e autoridades, de Geraldo Alckmin ao presidente da Souza Cruz, expõem suas visões sobre práticas ilegais que prejudicam o país

Geraldo Alckmin: simplificar impostos e policiar as fronteiras para reduzir o contrabando (Flávio Santana/biofoto/Exame)

Geraldo Alckmin: simplificar impostos e policiar as fronteiras para reduzir o contrabando (Flávio Santana/biofoto/Exame)

Gabriela Ruic

Gabriela Ruic

Publicado em 24 de maio de 2018 às 16h00.

Última atualização em 6 de dezembro de 2018 às 12h34.

São Paulo – Em um momento no qual o Brasil debate a complexidade do seu sistema tributário, os danos causados pela chamada "economia cinza" (pirataria e outras práticas ilegais) impressionam: todos os anos, 15 setores perdem mais de 100 bilhões de reais e o governo perde quase 50 bilhões de reais em tributos sonegados.

Os impactos das práticas ilegais estão por todos os lados. No poder público, traduzem-se em menos dinheiro para áreas prioritárias como saúde e educação. Entre as empresas, acabam por colocar a competitividade e a inovação em xeque. Já na sociedade, deixam os consumidores à mercê de produtos de qualidade duvidosa, enquanto os frutos do comércio ilegal fortalecem a criminalidade.

Um aspecto em torno desse panorama é quase consenso entre especialistas: a complexidade da carga tributária brasileira favorece a sonegação fiscal. No entanto, os problemas causados pela pirataria são intricados. Os fatores que contribuem para o seu enraizamento são diversos e as soluções para o combate são complexas. E é por isso que o tema vem sendo debatido à exaustão, ainda mais em ano eleitoral.

Para elucidar essas questões, EXAME ouviu fontes de diferentes setores durante o EXAME Fórum: Combate à Ilegalidade, que aconteceu nesta quinta-feira, 24, em São Paulo. Veja o que disseram a seguir.

Geraldo Alckmin

Pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB e ex-governador de São Paulo

yt thumbnail

Edson Vismona

Presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e do Fórum Nacional Contra a Pirataria

https://www.youtube.com/watch?v=6edVBvXv9p0

Liel Miranda

Presidente da Souza Cruz

yt thumbnail

Marina Carvalho

Diretora presidente da Associação pela Indústria e Comércio Esportivo

yt thumbnail

José Police Neto

Vereador da cidade de São Paulo

yt thumbnail

Oskar Metsavaht

Fundador e diretor criativo da Osklen

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:Carga tributáriaContrabandoEmpresaseventos-exameEXAME FórumGeraldo AlckminImpostosprodutividade-no-trabalhoSouza Cruz

Mais de Economia

Lira: sem mudanças, projeto sobre motoristas de aplicativo dificilmente será aprovado na Câmara

Em novo atrito com Congresso, governo pede ao STF que declare inconstitucional desoneração da folha

Após veto do governo, cobrança de imposto em apostas pode variar de 1,3% a 283% no ano, diz estudo

Mais na Exame