Time da NBA vai oferecer pagamento de salário em bitcoin para jogadores

Time de basquete que já aceitava bitcoin como forma de pagamento em suas lojas oficiais vai oferecer a criptomoeda para pagamento de salários
 (Amir Hamja/Bloomberg)
(Amir Hamja/Bloomberg)
L
Lucas Josa

Publicado em 06/04/2021 às 16:33.

Última atualização em 06/04/2021 às 21:46.

Acompanhando as mudanças no mercado financeiro internacional, o Sacramento Kings, da liga norte-americana de basquete, a NBA, irá disponibilizar a seus jogadores e funcionários a opção de receber seus salários em bitcoin.

Em uma sessão pública no aplicativo Clubhouse, Vivek Ranadivé, CEO do Sacramento Kings anunciou a novidade, que deve ser colocada em prática em breve: "Todos terão essa possibilidade, inclusive os jogadores. Poderão receber o quanto quiserem de seus pagamentos em bitcoin".

Apesar de ser uma grande novidade para o time e para o esporte, esse não é o primeiro contato da equipe com a criptomoeda. Em 2014, o Sacramento Kings começou a aceitar pagamentos feitos com bitcoin em suas lojas oficiais e, em 2018, através de uma parceria com a Mining Store, instalaram máquinas para minerar ethereum no ginásio Golden 1 Center, buscando arrecadar fundos para fortalecer comunidades locais e melhorar a educação tecnológica da cidade.

Além disso, em 2019 o Sacramento Kings lançou um programa de recompensas para seus fãs baseado em blockchain. O time lançou o "King Token", que é obtido por torcedores que interagem com o time através de seu jogo de apostas exclusivo, o "Call The Shot". Durante a temporada, a Blockparty, responsável por desenvolver e implementar o sistema acompanha essas atividades e converte as interações em tokens, que apesar de não terem valor monetário, podem ser utilizados para comprar ingressos para jogos e produtos do time de Sacramento.

A mudança proposta pelo Sacramento Kings é mais um exemplo de que o uso do bitcoin como meio de pagamento está se tornando cada vez mais comum. Recentemente, a Tesla também anunciou que passaria a aceitar bitcoin como forma de pagamento. A opção de pagamento já está disponível para moradores dos EUA, que já podem comprar carros da montadora utilizando a criptomoeda.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.