• AALR3 R$ 20,14 -0.15
  • AAPL34 R$ 66,40 -1.43
  • ABCB4 R$ 16,58 0.36
  • ABEV3 R$ 14,05 0.07
  • AERI3 R$ 3,59 0.56
  • AESB3 R$ 10,82 -0.18
  • AGRO3 R$ 31,20 0.06
  • ALPA4 R$ 21,23 -0.28
  • ALSO3 R$ 19,08 0.42
  • ALUP11 R$ 26,98 -0.33
  • AMAR3 R$ 2,51 -1.18
  • AMBP3 R$ 31,40 1.00
  • AMER3 R$ 21,85 -0.18
  • AMZO34 R$ 3,35 2.63
  • ANIM3 R$ 5,50 0.55
  • ARZZ3 R$ 80,17 0.89
  • ASAI3 R$ 15,76 0.25
  • AZUL4 R$ 20,22 0.75
  • B3SA3 R$ 11,98 0.59
  • BBAS3 R$ 37,58 0.03
  • AALR3 R$ 20,14 -0.15
  • AAPL34 R$ 66,40 -1.43
  • ABCB4 R$ 16,58 0.36
  • ABEV3 R$ 14,05 0.07
  • AERI3 R$ 3,59 0.56
  • AESB3 R$ 10,82 -0.18
  • AGRO3 R$ 31,20 0.06
  • ALPA4 R$ 21,23 -0.28
  • ALSO3 R$ 19,08 0.42
  • ALUP11 R$ 26,98 -0.33
  • AMAR3 R$ 2,51 -1.18
  • AMBP3 R$ 31,40 1.00
  • AMER3 R$ 21,85 -0.18
  • AMZO34 R$ 3,35 2.63
  • ANIM3 R$ 5,50 0.55
  • ARZZ3 R$ 80,17 0.89
  • ASAI3 R$ 15,76 0.25
  • AZUL4 R$ 20,22 0.75
  • B3SA3 R$ 11,98 0.59
  • BBAS3 R$ 37,58 0.03
Abra sua conta no BTG

Cristiano Ronaldo, NFL, Batman e até robô: mercado de NFTs segue agitado

Craque português tem card digital vendido a preço recorde na Sorare, mas é Rob Gronkowski quem registra maior venda de NFT esportivo da história
 (Divulgação/Sorare)
(Divulgação/Sorare)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 15/03/2021 12:37 | Última atualização em 15/03/2021 12:37Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O mercado de tokens não-fungíveis em blockchain — os chamados NFTs (sigla em inglês para "non-fungible token")— continua crescendo em todo o mundo. E, no último fim de semana e nesta segunda-feira, 15, algumas novidades comprovam a tese.

A primeira delas vem da Sorare, plataforma de card digitais colecionáveis de futebol, que recentemente recebeu aporte milionário de grandes fundos. Foi lá que um usuário comprou um card único do craque português Cristiano Ronaldo por incríveis 290 mil dólares, ou cerca de 1,6 milhão de reais.

A venda não foi apenas a maior da história da plataforma, mas também uma das maiores entre os NFTs relacionados a esportes no mundo. Só não foi a maior porque os cards colecionáveis de Rob Gronkowski, um dos maiores nomes da NFL, principal liga de futebol americano dos EUA, foram finalmente colocados à venda.

Com arte produzida pelo coletivo brasileiro Black Madre, os cinco cards digitais do jogador do Tampa Bay Buccaneers, cada um com tiragens variadas, atingiram, ao todo, 1,8 milhão de dólares (cerca de 10 milhões de reais). Um deles, chamado “GRONK Career Highlight Refractor Card”, que continha todos os quatro desenhos produzidos para a coleção em um único token, foi arrematado por 229 ethers, equivalente a 430 mil dólares, ou quase 2,5 milhões de reais.

DC Comics e UFC podem entrar na onda

Outra notícia que movimentou o mercado de NFTs neste início de semana foi o anúncio de que a DC Comics, empresa que controla marcas como Batman e Superman, está considerando entrar no mercado de NFTs.

"A DC está explorando oportunidades para entrar no mercado de distribuição e venda de arte digital licenciada com NFTs, incluindo artes novas, criadas especificamente para o mercado de NFTs, bem como artes digitais originais renderizadas para as publicações de quadrinhos da DC", disse Jay Kogan, vice-presidente sênior da DC Comics, em carta enviada à colaboradores.

Principal competição de MMA do mundo, o UFC também pode ser mais uma grande marca a entrar nesse universo. A informação foi divulgada como um boato no final de fevereiro, mas confirmada pela Dapper Labs nos últimos dias — a empresa também é a responsável pelo NBA Top Shot, plataforma de NFTs esportivos colecionáveis mais popular da atualidade.

Quem também está aproveitando a alta do mercado de NFTs são os músicos. Se recentemente a cantora Grimes vendeu uma coleção de arte digital por 6 milhões de dólares, o pioneiro da música eletrônica Aphex Twin também está colhendo frutos com o novo formato. No fim de semana, ele vendeu um único NFT, chamado “/Afx/weirdcore” e que contém uma obra audiovisual exclusiva, por 127 mil dólares (715 mil reais).

Outro acontecimento que chamou a atenção dos entusiastas desse mercado foi o anúncio de que Sophia, o robô humanoide desenvolvido pela empresa Hanson Robotics, de Hong Kong, e que é capaz de reproduzir 62 expressões faciais, irá fazer a curadoria de obras do artista Andrea Bonaceto que serão transformadas em NFTs e vendidas na plataforma Nifty Gateway.

Os NFTs são tokens únicos cujas informações são registradas em blockchain. Diferentemente do bitcoin ou de criptoativos "comuns", não existem NFTs iguais — é daí que vem o termo "não-fungível". Assim, eles têm sido utilizados como forma de garantir exclusividade e autenticidade de itens digitalizados, sejam fotos, vídeos, áudios ou desenhos. Mesmo que um artista crie vários NFTs de uma mesma obra, cada token continuará sendo único, já que cada um deles terá números de série diferentes.

Recentemente, um NFT com uma obra de Beeple, principal artista desse novo universo de arte digital, foi arrematado por incríveis 70 milhões de dólares no primeiro leilão de arte digital realizada nos mais de 250 anos de história da casa de leilões britânica Christie's.