Acompanhe:

Com lucro de R$ 10 bi no trimestre, Binance queima R$ 2 bi em criptomoeda

Corretora de criptoativos destrói mais de 1,2 milhão de tokens, equivalentes a quase US$ 400 milhões; procedimento acontece a cada trimestre

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (SOPA Images/Getty Images)

(SOPA Images/Getty Images)

G
Gabriel Rubinsteinn

Publicado em 19 de julho de 2021 às, 15h01.

Maior corretora de criptoativos do mundo por volume de negociação, a Binance anunciou nesta segunda-feira, 19, a queima de quase 1,3 milhão de criptomoedas binance coin (BNB), equivalentes a cerca de 390 milhões de dólares (mais de 2 bilhões de reais).

A destruição dos tokens é uma prática regular da empresa, que acontece a cada trimestre - foi a 16ª vez que isso aconteceu. O objetivo é eliminar o excesso de criptomoedas em circulação e manter o ativo forte. A binance coin é a moeda nativa do blockchain Binance Smart Chain e oferece aos usuários da exchange descontos em taxas e acesso aos diversos produtos da plataforma.

A queima mais recente foi a segunda maior da história da criptomoeda, atrás apenas daquela realizada ao final do primeiro trimestre de 2021, quando o equivalente a 600 milhões de dólares foram destruídos.

Segundo o documento que explica o funcionamento da criptomoeda, a queima de tokens deve ser equivalente a 20% do lucro da corretora no trimestre anterior, o que significa que, entre abril e junho de 2021, a Binance lucrou quase 2 bilhões de dólares - ou quase 10,5 bilhões de reais.

Destruir tokens em circulação tem como principal objetivo aumentar a escassez e preservar o valor da criptomoeda, ao mesmo tempo beneficiando aqueles que guardam o ativo em suas carteiras. Até hoje, cerca de 16% dos 200 milhões de tokens binance coin inicialmente emitidos já foram queimados. Segundo a companhia, o plano é queimar outros 35% em eventos futuros.

Apesar de se manter como a maior exchange cripto do mundo por volume de negociação, a corretora vem sofrendo forte pressão de reguladores de diversos países onde atua, como Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Itália e Singapura. CEO da companhia, Chanpeng Zhao divulgou texto na última semana detalhando os planos da empresa para atingir os requisitos de conformidade, especialmente com a aplicação de políticas de controle para evitar atividades ilícitas como lavagem de dinheiro.

No momento, a binance coin é negociada a cerca de 285 dólares, queda de quase 7% nas últimas 24 horas. No ano, o criptoativo ainda acumula alta de 650%.

Últimas Notícias

Ver mais
Nem tudo é otimismo: especialistas questionam impacto do halving no preço do bitcoin
Future of Money

Nem tudo é otimismo: especialistas questionam impacto do halving no preço do bitcoin

Há 7 horas

Bitcoin terá "evento do ano": especialistas veem halving com otimismo e projetam disparada de preço
Future of Money

Bitcoin terá "evento do ano": especialistas veem halving com otimismo e projetam disparada de preço

Há 7 horas

Brasil vai colher frutos por liderar regulação de cripto na América Latina, diz executiva da Ripple
Future of Money

Brasil vai colher frutos por liderar regulação de cripto na América Latina, diz executiva da Ripple

Há 8 horas

Mineração de bitcoin atinge maior dificuldade da história antes do halving
Future of Money

Mineração de bitcoin atinge maior dificuldade da história antes do halving

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais