Com lucro de R$ 10 bi no trimestre, Binance queima R$ 2 bi em criptomoeda

Corretora de criptoativos destrói mais de 1,2 milhão de tokens, equivalentes a quase US$ 400 milhões; procedimento acontece a cada trimestre
 (SOPA Images/Getty Images)
(SOPA Images/Getty Images)
G
Gabriel RubinsteinnPublicado em 19/07/2021 às 15:01.

Maior corretora de criptoativos do mundo por volume de negociação, a Binance anunciou nesta segunda-feira, 19, a queima de quase 1,3 milhão de criptomoedas binance coin (BNB), equivalentes a cerca de 390 milhões de dólares (mais de 2 bilhões de reais).

A destruição dos tokens é uma prática regular da empresa, que acontece a cada trimestre - foi a 16ª vez que isso aconteceu. O objetivo é eliminar o excesso de criptomoedas em circulação e manter o ativo forte. A binance coin é a moeda nativa do blockchain Binance Smart Chain e oferece aos usuários da exchange descontos em taxas e acesso aos diversos produtos da plataforma.

A queima mais recente foi a segunda maior da história da criptomoeda, atrás apenas daquela realizada ao final do primeiro trimestre de 2021, quando o equivalente a 600 milhões de dólares foram destruídos.

Segundo o documento que explica o funcionamento da criptomoeda, a queima de tokens deve ser equivalente a 20% do lucro da corretora no trimestre anterior, o que significa que, entre abril e junho de 2021, a Binance lucrou quase 2 bilhões de dólares - ou quase 10,5 bilhões de reais.

Destruir tokens em circulação tem como principal objetivo aumentar a escassez e preservar o valor da criptomoeda, ao mesmo tempo beneficiando aqueles que guardam o ativo em suas carteiras. Até hoje, cerca de 16% dos 200 milhões de tokens binance coin inicialmente emitidos já foram queimados. Segundo a companhia, o plano é queimar outros 35% em eventos futuros.

Apesar de se manter como a maior exchange cripto do mundo por volume de negociação, a corretora vem sofrendo forte pressão de reguladores de diversos países onde atua, como Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Itália e Singapura. CEO da companhia, Chanpeng Zhao divulgou texto na última semana detalhando os planos da empresa para atingir os requisitos de conformidade, especialmente com a aplicação de políticas de controle para evitar atividades ilícitas como lavagem de dinheiro.

No momento, a binance coin é negociada a cerca de 285 dólares, queda de quase 7% nas últimas 24 horas. No ano, o criptoativo ainda acumula alta de 650%.