Startup de análises clínicas Labi recebe nova rodada de investimentos

O plano é chegar a seis unidades da Labi até dezembro, todas na Grande São Paulo.
Labi: Exames da startup chegam a custar menos de 10% do valor cobrado pelas grandes redes do setor (Jeff Pachoud/AFP)
Labi: Exames da startup chegam a custar menos de 10% do valor cobrado pelas grandes redes do setor (Jeff Pachoud/AFP)
Por Primeiro LugarPublicado em 21/06/2018 05:52 | Última atualização em 21/06/2018 05:52Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Com exames que chegam a custar menos de 10% do valor cobrado pelas grandes redes do setor, a startup de análises clínicas Labi recebeu uma nova rodada de investimentos. O principal investidor da rodada inicial havia sido o empresário e ex-presidente do conselho de administração da Dasa, Luís Terepins, atual presidente do conselho da Labi. Agora os fundadores Marcelo Noll Barboza e Octavio Fernandes atraíram mais dois investidores: Eduardo Vidigal, sócio-diretor da family office dos herdeiros de seu avô, o banqueiro Gastão Vidigal, e Marcus Vinícius da Costa, ex-vice-presidente da farmacêutica Sanofi. O plano é chegar a seis unidades da Labi até dezembro, todas na Grande São Paulo.