Ciência

Nave russa se acopla à ISS para substituir cápsula danificada

A missão de resgate trará de volta à Terra três astronautas que tiveram sua nave de retorno danificada

Momento da decolagem da nave russa Soyuz MS-23 da base de Baikonur, Cazaquistão, em 24 de fevereiro de 2023 (Shamil Zhumatov/Reuters)

Momento da decolagem da nave russa Soyuz MS-23 da base de Baikonur, Cazaquistão, em 24 de fevereiro de 2023 (Shamil Zhumatov/Reuters)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 26 de fevereiro de 2023 às 16h17.

Última atualização em 26 de fevereiro de 2023 às 16h24.

Uma cápsula russa Soyuz sem tripulantes se acoplou neste domingo, 26, à Estação Espacial Internacional (ISS) para transportar de volta à Terra três astronautas que viram sua nave de retorno danificada após o impacto de um pequeno meteorito.

A nave MS-23 atracou no laboratório orbital de pesquisa, de acordo com um vídeo divulgado pela Nasa, parceira do projeto ISS, o que completou a missão de dois dias da Soyuz após seu lançamento de uma base do Cazaquistão.

Em setembro, a cápsula deve transportar de volta à Terra o astronauta americano Frank Rubio e os cosmonautas russos Dmitri Petelin e Serguei Prokopiev.

Os três chegaram à ISS em setembro do ano passado a bordo da MS-22 e deveriam permanecer na Estação Espacial apenas por seis meses, até o fim de março.

Mas a cápsula começou a vazar líquido de refrigeração em meados de dezembro, depois de ser atingida por um micrometeorito, segundo autoridades dos Estados Unidos e da Rússia.

A Roscosmos, agência espacial russa, decidiu enviar a MS-23 para substituir a nave danificada, mas sem os três tripulantes que estavam previstos.

Sem ninguém para substituí-los na ISS, Rubio, Petelin e Prokopiev passarão quase um ano no espaço.

A MS-22 deixará a Estação Espacial sem passageiros no fim de março para retornar à Terra.

Outros quatro astronautas estão na ISS. Eles chegaram em outubro a bordo de uma cápsula SpaceX Dragon como parte da missão Crew-5.

Eles devem receber a companhia na próxima semana dos integrantes da missão Crew-6. Uma cápsula SpaceX deve decolar com dois americanos, um astronauta dos Emirados Árabes e um russo na segunda-feira da Flórida.

Após alguns dias com as duas equipes na ISS, os integrantes da Crew-5 retornarão à Terra.

Acompanhe tudo sobre:EspaçoNasa

Mais de Ciência

Einstein estava certo sobre a gravidade em buracos negros, diz estudo

'Saquinho' de nicotina ganha adeptos para perda de peso

Usuários do Wegovy mantêm perda de peso por quatro anos, diz Novo Nordisk

Meteoros de rastros do Halley podem ser vistos na madrugada de domingo

Mais na Exame