J&J está otimista com análise de reguladores dos EUA sobre sua vacina

Imunização com vacinas da fabricante foi suspensa na semana passada no país após casos raros de coágulos

A Johnson & Johnson indicou que a incerteza em relação à sua vacina contra a Covid-19 pode diminuir nos próximos dias com a análise de reguladores sobre o risco de casos raros de trombose e inspeção de uma fábrica fundamental para que a farmacêutica atinja as metas de produção.

Os EUA suspenderam o uso do imunizante da J&J na semana passada, depois que seis mulheres vacinadas desenvolveram casos graves e raros de trombose no cérebro. Um painel de especialistas médicos que analisam os dados sobre os coágulos deve votar na sexta-feira se o uso da vacina será retomado. Nenhum outro caso de trombose foi confirmado desde o início da pausa, de acordo com Jason McDonald, porta-voz do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

“Nos próximos dias, teremos um caminho muito sólido à frente e faremos tudo o que pudermos para garantir que seja um resultado positivo”, disse o diretor financeiro da J&J, Joseph Wolk, em entrevista.

O comitê de segurança da Agência Europeia de Medicamentos alertou na terça-feira que há uma associação entre os casos raros de trombose e a vacina, mas disse que os benefícios potenciais superam qualquer risco. A decisão abre caminho para que países da União Europeia decidam se restringem o acesso à vacina para grupos de pacientes. O comitê recomendou que um alerta seja incluído nas informações do produto.

Até 15 de abril, cerca de 7,7 milhões de pessoas nos Estados Unidos haviam recebido a vacina da J&J. A empresa disse na terça-feira que o imunizante gerou US$ 100 milhões em vendas no primeiro trimestre.

Embora o imunizante da J&J tenha sido considerado como fundamental para o programa de imunização dos EUA anteriormente, o governo Biden espera que outras vacinas atualmente disponíveis compensem qualquer déficit causado pela pausa. Na Europa, onde a campanha de imunização tem sido mais lenta, o acesso à vacina da J&J poderia ajudar a imunizar mais residentes e controlar a propagação de variantes que contribuíram para o aumento dos casos de Covid.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.