Ciência

Crânio fóssil de baleia de 12 milhões de anos é encontrado na costa leste dos EUA

O museu disse que levou dois meses para extrair e mover o crânio, que estava envolto em um bloco endurecido de sedimento e pesa cerca de 300 kg

A descoberta foi feita em outubro por um homem da Pensilvânia, Cody Goddard (AFP/AFP Photo)

A descoberta foi feita em outubro por um homem da Pensilvânia, Cody Goddard (AFP/AFP Photo)

A

AFP

Publicado em 19 de janeiro de 2023 às 17h54.

Última atualização em 19 de janeiro de 2023 às 18h04.

Um fóssil de um crânio de baleia estimado em cerca de 12 milhões de anos foi encontrado em uma praia na baía de Chesapeake, em Maryland, na costa leste dos Estados Unidos, informou um museu local.

A descoberta foi feita em outubro por um homem da Pensilvânia, Cody Goddard, que procurava fósseis e dentes de tubarão, disse o Museu Marinho de Calvert em um comunicado.

"Sentimos como se tivéssemos vencido a Copa do Mundo de Paleontologia!", declarou Stephen Godfrey, curador de paleontologia do museu.

"Ainda não sabemos que espécie de baleia de barbatana do Mioceno é essa", acrescentou Godfrey, afirmando que a identificação acontecerá mais adiante.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

O museu disse que levou dois meses para extrair e mover o crânio, que estava envolto em um bloco endurecido de sedimento e pesa cerca de 300 kg.

Este é o crânio fóssil de baleia mais completo já encontrado na região das falésias de Calvert, de acordo com o museu, e foi batizado de "Cody" em homenagem a seu descobridor.

Godfrey disse que o crânio foi transferido para o Laboratório de Preparação de Fósseis do museu e ferramentas especializadas serão usadas para remover a maior parte do sedimento circundante, um processo que levará muitos meses.

Acompanhe tudo sobre:História

Mais de Ciência

Raiva pode prejudicar cérebro, coração e sistema gastrointestinal, mostra estudo

Cientistas descobrem planeta com temperatura similar à da Terra e potencialmente habitável

Ozempic reduz risco de morte para pessoas com diabetes, revela estudo

Einstein estava certo sobre a gravidade em buracos negros, diz estudo

Mais na Exame